Conteúdo publicado há 3 meses

Turquia planeja retirada de crianças feridas e doentes de Gaza na sexta-feira

ANCARA (Reuters) - A Turquia planeja retirar de Gaza algumas crianças e jovens feridos ou doentes na sexta-feira como parte de sua terceira rodada de transporte de pessoas na região, disse nesta quinta-feira o ministro da Saúde, Fahrettin Koca.

Até agora, a Turquia retirou de Gaza 150 pessoas, a maioria pacientes com câncer e acompanhantes, para continuarem o tratamento no país. Também levou mais de 100 turcos, cipriotas turcos e familiares nesta semana.

Koca disse, no aeroporto de Esenboga, em Ancara, que três crianças doentes de Gaza foram levadas para a Turquia nesta quinta-feira. Ele acrescentou que as crianças — um menino de 2 anos e duas meninas de 9 e 10 anos — receberiam tratamento na Turquia.

Composta por um grupo de 50 pessoas, a terceira rodada de retirada foi adiada devido a questões relacionadas a permissões para as liberações, disse o ministro. Ele acrescentou que boa parte desses problemas estão resolvidos e que as autoridades trabalham para concluir os preparativos.

"Esperamos que a terceira retirada ocorra amanhã (sexta-feira) e será uma retirada que consistirá, na maioria, de crianças e jovens", disse Koca a jornalistas.

"Há menos doentes oncológicos (no grupo), mas será uma retirada que será majoritariamente constituída por crianças e jovens feridos", disse, acrescentando que nenhuma das 50 pessoas da lista estava em estado crítico.

Ancara enviou cerca de 800 toneladas métricas de ajuda humanitária, suprimentos médicos, remédios e pessoal médico ao Egito para os habitantes de Gaza. A Turquia afirmou que pretende criar um hospital de campanha no lado de Gaza, na fronteira de Rafah.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes