Estado Islâmico reivindica responsabilidade por atentado mortal nas Filipinas

(Reuters) - O grupo Estado Islâmico assumiu a responsabilidade por um ataque a uma missa católica nas Filipinas no domingo, que matou pelo menos quatro pessoas e feriu outras 50.

O grupo escreveu no Telegram que seus membros detonaram uma bomba na reunião.

(Reportagem de Ahmed Tolba no Cairo)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes