Conteúdo publicado há 1 mês

Drone russo atinge prédio e mata 10 em Odessa; mãe e bebê estão entre vítimas

Uma mulher e um bebê de oito meses foram encontrados mortos neste domingo (3) sob os escombros de um edifício destruído por um drone russo em Odessa, elevando o número total de mortos para 10.

O ataque, ocorrido na noite de sexta para sábado, atingiu um prédio de nove andares nesta cidade portuária do Mar Negro. Entre as vítimas, também estão um bebê de quatro meses e uma criança de dois anos.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse que os ataques russos usando drones Shahed fornecidos pelo Irã "não fazem sentido militar" e têm como objetivo apenas matar e intimidar.

Ele acrescentou que o ataque poderia ter sido evitado se a Ucrânia não estivesse enfrentando atrasos no fornecimento de armas.

"O mundo sabe que o terror pode ser combatido", disse ele em seu discurso em vídeo durante a noite. "Atrasar o fornecimento de armas para a Ucrânia, sistemas de defesa antimísseis para proteger nosso povo, leva, infelizmente, a essas perdas."

Oito pessoas ficaram feridas, incluindo uma menina de três anos. As equipes de resgate continuaram a procurar mais pessoas sob os escombros, disse Zelenskiy.

A fumaça fluia dos escombros espalhados pelo chão, onde o drone arrancou um pedaço de vários andares do prédio.

"Meu marido saiu correndo para ajudar as pessoas... então vi pessoas saindo correndo e percebi que gente morreu lá dentro", disse Svitlana Tkachenko, que mora em um prédio vizinho.

Roupas e móveis estavam espalhados na massa arruinada de concreto e aço pendurada na lateral do bloco de apartamentos.

Continua após a publicidade

"A Rússia continua a combater os civis... Um dos drones inimigos atingiu um prédio residencial em Odessa. Dezoito apartamentos foram destruídos", disse Zelenskiy no Telegram.

O Serviço de Emergências do Estado da Ucrânia publicou fotos, incluindo a de uma criança morta sendo colocada em um saco para cadáveres por equipes de resgate.

"É impossível esquecer isso. É impossível perdoar", disse em um comunicado. Ele disse que cinco pessoas, incluindo uma criança, foram resgatadas com vida.

Vários milhares de drones alados de longo alcance foram disparados contra alvos dentro da Ucrânia desde a invasão em grande escala de Moscou há dois anos.

*Com informações de AFP

Deixe seu comentário

Só para assinantes