PUBLICIDADE
Topo

Wajngarten nega interferência na Secom

12/05/2021 11h05


Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação da Presidência da República, afirmou hoje em depoimento à CPI da Covid que sempre teve "toda a liberdade possível" para comandar a Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) e que nunca houve interferências de terceiros sobre seu trabalho. "Ao menor sinal de interferência, eu teria ido embora", afirmou.