Colisão de trens deixa ao menos 38 feridos; secretário diz que "há indícios fortes" de erro humano

Do UOL, em São Paulo

O secretário estadual dos Transportes, Jurandir Fernandes, afirmou, em entrevista à rádio Estadão ESPN, que a colisão entre um trem e uma locomotiva de manutenção, às 8h50 desta quarta-feira (15), na estação Vila Clarice, na zona norte de São Paulo, foi provavelmente causada por erro humano. Ao menos, 38 pessoas ficaram feridas, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

"Há indícios fortíssimos, que iremos apurar até sexta-feira (17), de que houve falha humana. A estação Vila Clarice é tranquila. Havia um trem de passageiros parado. Uma locomotiva de manutenção era conduzida por uma maquinista experiente, que trabalha para a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) desde 1998. Ela trocou informações com o Centro de Controle Operacional (CCO) e entrou na via achando que a via já estivesse livre", explicou.

"Precisamos agora investigar de quem foi a falha. O funcionário do CCO também é experiente. Está conosco desde 1986", completou.

Segundo o major Nilton Miranda, subcomandante do 2º Grupamento do Corpo de Bombeiros, ao menos 38 pessoas ficaram feridas na colisão. Parte deles foi encaminhada para prontos-socorros de Perus e Pirituba. Duas pessoas estão em estado grave, com traumatismo craniano: o maquinista de uma das composições e um passageiro.

O choque entre as duas composições foi a 20 km/h. Mesmo assim, muitos usuários caíram e bateram a cabeça dentro do vagão. A circulação dos dois sentidos da linha 7-rubi (Francisco Morato-Luz) estava sendo feita por uma única linha, durante a manhã, mas, de acordo com a CPTM, a circulação já foi normalizada.

Outros casos

Em janeiro desse ano, um choque entre dois trens, no trecho da linha 8-diamante, também da CPTM, deixou sete pessoas feridas. Segundo Fernandes, neste caso também houve erro humano e, como consequência, o maquinista foi demitido por justa causa.

Já em dezembro e novembro do ano passado, funcionários da CPTM foram atropelados enquanto faziam inspeções na via.

(Com Agência Brasil e Agência Estado)

 

Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos