Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2017/01/07/quilombo-dos-macacos.htm
  • totalImagens: 15
  • fotoInicial: 2
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20170107050000
    • BA [5093];
    • Notícias [35976]; Marinha [29831]; Negros [64117];
Fotos

Casa de José Dias, 86, construída com placas de metal, madeira compensada, lonas plásticas e telha de amianto. Ele é um dos quilombolas que lutam pelo acesso ao rio dos Macacos, situado em Simões Filho, na divisa com Salvador, que está sendo cercado pela Marinha Franco Adailton/UOL Mais

Casal Antonio dos Santos, 75, e Rosa Maria, 51, sentado a porta de casa. Junto com outras 84 famílias, os quilombolas temem que o cerco ao rio dos Macacos os deixe sem acesso a água Franco Adailton/UOL Mais

Maria Oliveira, 96, é mãe de sete filhos nascidos no quilombo. A Marinha se instalou na mesma área dos quilombos desde a década de 1970 Franco Adailton/UOL Mais

Exército Brasileiro já trabalha na construção de acessos alternativos ao quilombo rio dos Macacos Franco Adailton/UOL Mais

Extrativista José Sousa, 51, acompanha trabalho de homens do Exército, que constrói um muro em volta dos 196 hectares concedidos pela União no território quilombola Franco Adailton/UOL Mais

Homens do Exército trabalham na construção de vias independentes para a comunidade, ainda assim os moradores temem ficar sem acesso à água, uma vez que o rio dos Macacos é a principal fonte de abastecimento dos moradores Franco Adailton/UOL Mais

Muro que cerca o rio dos Macacos, na divisa com Salvador, já está adiantado na área dos militares Franco Adailton/UOL Mais

Lavrador Orlando Oliveira, 65, afirma que a relação conflituosa entre a Marinha e a comunidade desmembrou várias famílias. "Muita gente não aguentou a pressão. A gente aqui mal sabe assinar o nome, por que nem dava para ir a escola, nem temos escola aqui", lamentou Franco Adailton/UOL Mais

Materiais de construção já estão depositados na entrada da barragem rio dos Macacos Franco Adailton/UOL Mais

Operários trabalham na construção do muro da Marinha no quilombo rio dos Macacos, na divisa com Salvador. O órgão confirma que o terreno está sendo cercado "como forma legítima de preservação do patrimônio da União" Franco Adailton/UOL Mais

Placa na barragem rio dos Macacos informa sobre proibição de atividades Franco Adailton/UOL Mais

Rosa Maria, 51, aponta rachadura na casa de barro escorada por toras de madeira. As 85 famílias que contemplam a comunidade do quilombo rio dos Macacos vivem em casas de barro cobertas com telhas de amianto, sem água encanada, rede de esgoto, tampouco fornecimento de energia elétrica Franco Adailton/UOL Mais

Sem energia elétrica, trabalhador rural José Dias, 86, cozinha na penumbra. As 85 famílias que contemplam a comunidade do quilombo rio dos Macacos vivem em casas de barro cobertas com telhas de amianto, sem água encanada, rede de esgoto, tampouco fornecimento de energia elétrica Franco Adailton/UOL Mais

Trabalhador rural José Dias, 86, mostra a cozinha da casa. As 85 famílias que contemplam a comunidade do quilombo rio dos Macacos vivem em casas de barro cobertas com telhas de amianto, sem água encanada, rede de esgoto, tampouco fornecimento de energia elétrica Franco Adailton/UOL Mais

Trabalhador rural, José Dias, 86, escolhe feijão de corda à sombra de uma árvore. As 85 famílias que contemplam a comunidade do quilombo rio dos Macacos vivem em casas de barro cobertas com telhas de amianto, sem água encanada, rede de esgoto, tampouco fornecimento de energia elétrica Franco Adailton/UOL Mais

Quilombolas temem ficar sem água com muro construído por Marinha

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos