Topo

Causa da morte de 1º homem a ir para o espaço é revelada após 40 anos

Do UOL, em São Paulo

2013-06-18T20:27:45

18/06/2013 20h27

Após 40 anos de segredo, a real causa da morte do cosmonauta Yuri Gagarin, o primeiro homem a ir ao espaço, em 1961, foi revelada -- ele morreu em um acidente entre seu avião e um caça supersônico, que passou raspando e o jogou para longe, em março de 1968.

O cosmonauta Aleksey Leonov, o primeiro homem a fazer uma caminhada espacial, em 1965, pressionou o governo da Rússia por anos para ter a permissão para publicar o que realmente tinha acontecido com Gagarin. De acordo com a versão oficial, seu avião teria tentado desviar-se de um objeto não identificado - como gansos ou um balão de ar quente - e teria se chocado contra o chão. Gagarin e o experiente instrutor Vladimir Seryogin morreram.

De acordo com um relatório, a morte foi provocada por um erro humano: o caça supersônico não tinha autorização para voar. Leonov estava encarregado de treinamento de salto de paraquedas no mesmo dia. O tempo estava muito ruim, com chuva, vento e neve, o que tornou impossível a realização de exercícios. Ele esperou por uma confirmação oficial de que os exercícios seriam cancelados, mas, em seguida, ouviu um barulho seguido por uma explosão.

"Nós sabíamos que um Su-15 seria testado naquele dia, mas ele deveria estar voando a uma altitude de 10.000 metros ou mais, e não a 450-500 metros. É uma violação do procedimento de voo", explicou. Segundo ele, a verdade foi encoberta para não revelar ao mundo que "houve um lapso tão perto de Moscou".

Os registros não deixam dúvidas sobre a culpa do piloto do caça no acidente, entretanto seu nome não foi divulgado para preservar sua identidade.

Mais Ciência e Saúde