PUBLICIDADE
Topo

JP Morgan vê queda do PIB de 3,3% e instabilidade no Brasil

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa “O É da Coisa”, na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

27/03/2020 14h38

O banco JP Morgan alterou a projeção de retração da economia brasileira de -1% para -3,3%, resultado próximo ao verificado nos anos de 2015 e 2016, quando o país passou por uma das piores recessões da história.

A instituição financeira norte-americana também avalia que a crise do coronavírus deve elevar as tensões sociais, ameaçando a estabilidade política e o progresso da agenda de reformas após a crise, correndo o risco de comprometer as perspectivas de médio prazo em relação ao país.

Depois de uma semana inteira de distanciamento social, pelo menos em partes do país, o banco diz que continua a ver políticas erráticas de respostas, que também afetam o sentimento da população. A falta de coordenação vista até agora entre os governos locais, estaduais e federais, segundo a instituição, levanta preocupações sobre a extensão e a eficácia da quarentena.(...)

Leia íntegra na Folha.

Reinaldo Azevedo