PUBLICIDADE
Topo

TJPR arquiva ação contra juíza que citou raça de réu negro ao condená-lo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário - e frequentemente é necessário -, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

29/09/2020 14h55

O Órgão Especial (OE) do TJPR (Tribunal de Justiça do Paraná) arquivou hoje o processo disciplinar contra a juíza Inês Marchalek Zarpelon, da 1ª Vara Criminal de Curitiba (PR), que citou a raça de um réu negro ao condená-lo à prisão.

Os desembargadores culparam a imprensa pela repercussão do caso e argumentaram que a frase foi tirada de contexto. "Parece que nem a advogada do caso concreto, nem a imprensa leram a sentença da juíza, de mais de 100 páginas. Porque se tivessem lido a sentença, como todos nós lemos, teriam chegado a mesma conclusão que chegou o eminente corregedor, no sentido de que não há racismo", disse o desembargador Fernando Paulino da Silva Wolff Filho. (...)

Leia íntegra no UOL.