PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Polícia do Rio reclama de "ativismo judicial" após operação que matou 25

06/05/2021 20h19

A Polícia Civil do Rio de Janeiro responsabilizou o que chamou de "ativismo judicial" pela morte do agente André Frias, baleado na operação que deixou ao menos 25 mortos na favela do Jacarezinho, zona norte do Rio. "O sangue desse policial que faleceu em prol da sociedade de alguma forma está nas mãos dessas pessoas e entidades", disse o delegado Rodrigo Oliveira, subsecretário de Planejamento e Integração Operacional da Polícia Civil.

Questionado pelo UOL se a crítica era direcionada ao STF (Supremo Tribunal Federal), que restringiu operações policiais durante a pandemia no Rio, Oliveira negou que se referisse ao Tribunal. (...) Leia íntegra no UOL.