Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


Não há previsão de que o Brasil terá calor de 55°C na semana que vem

Arte sobre foto de Bruno Rocha/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: Arte sobre foto de Bruno Rocha/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL

2019-01-17T04:00:00

17/01/2019 04h00

Está curtindo o verão? De acordo com uma publicação que circula pelas redes sociais, o Brasil enfrentará temperaturas "de derreter" na semana que vem.

Há previsão de onda de calor atingindo a sensação térmica de 55 graus Celsius no Brasil na próxima semana

A fonte, diz a mensagem, seria o Serviço de Meteorologia do Chile. Além do alerta, o texto traz ainda uma série de recomendações da Defesa Civil com os cuidados para tomar em temperaturas tão elevadas.

FALSO: Brasil não terá onda de calor de 55°C

A mensagem é um exagero das redes sociais. Apesar da expectativa de que 2019 seja um ano quente, a previsão é que não haverá temperaturas próximas a 55°C no Brasil na semana que vem, o que impossibilita uma sensação térmica tão alta.

De acordo com a meteorologista Amanda Souza, da Somar Meteorologia, não haverá "nada próximo dos 55°C" no país na próxima semana. A previsão é que os termômetros marquem, no máximo, 38°C em diferentes regiões.

Souza lembra, no entanto, que há uma diferença entre a temperatura registrada no termômetro (a real) e a sensação térmica. "A segunda é um cálculo que leva em consideração vários fatores, mas os principais são temperatura, velocidade do vento e umidade relativa. Quando um valor tão expressivo aparece para representar o calor intenso, certamente trata-se da sensação térmica e não da temperatura real", explica.

A corrente fala em sensação térmica, não em temperatura real. Ainda assim, a avaliação é de que não se dará. "O que podemos esperar é que a sensação térmica provavelmente seja maior que esta temperatura de 38°C, mas ainda sem condições de alcançar 55°C", avalia a meteorologista. 

Informação duvidosa e antiga

Ao pesquisar, o UOL conseguiu chegar à suposta fonte da mensagem. Uma página no Facebook chamada "Chile Informa" publicou, no dia 3 de janeiro, que Brasil, Argentina e Paraguai enfrentariam uma "onda de calor de calor extremo na semana que vem". Como se pode observar, a semana proposta já passou. O texto, no entanto, começou a circular no Brasil com um pouco de atraso.

O UOL procurou ainda o serviço oficial de temperatura do Chile, o MeteoChile, possível apontado na corrente como responsável pela informação, mas não teve sucesso até o fechamento da matéria. Em seu site, no entanto, não há nenhum alerta sobre o Brasil, apenas sobre o próprio país, que também não registra, em nenhum de seus pontos, temperaturas próximas a 55°C.

Não há temperatura como esta no Brasil

Embora a sensação térmica no país já tenha atingido graus muito elevados em alguns verões, não é comum que chegue a 55°C. No termômetro, por exemplo, ela não chega.

De acordo com a especialista do Somar, temperaturas como esta "só são observadas no deserto de Nevada [Estados Unidos] e no Oriente Médio" - onde a sensação térmica é muito superior.

Expectativa de calor "fora do normal"

Apesar de o país não registrar 55°C, pode se preparar para um 2019 quente. De acordo com a especialista, a expectativa é de um calor "fora do normal".
O motivo seria o aquecimento da água superficial do Oceano Pacífico, "onde os institutos meteorológicos ainda apostam na configuração do fenômeno El Niño nos próximos meses".

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Mais UOL Confere