Giro UOL traz os destaques da manhã desta terça, 25/04, para você

Do UOL, em São Paulo

Pedro Ladeira/Folhapress
Pedro Ladeira/Folhapress

Um homem e 87 testemunhas

O juiz federal Sérgio Moro negou recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a decisão que obriga ele a comparecer nos 87 depoimentos de testemunhas de defesa no processo em que o petista é acusado de receber vantagens indevidas da construtora Odebrecht. Na decisão, Moro afirmou que considera o número elevado de testemunhas uma manobra da defesa para prolongar e tumultuar o processo. O juiz disse que pode rever sua posição caso, no prazo de cinco dias, a defesa de Lula reveja o rol de testemunhas e justifique a necessidade de se ouvir novamente pessoas que já deram depoimentos.
Compartilhe
STR/AFP
STR/AFP

A presidente sabia?

O marqueteiro João Santana e a mulher dele, Mônica Moura, disseram ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que a ex-presidente Dilma Rousseff sabia da existência do caixa dois na campanha de 2014. Segundo o casal, a petista os recebeu em duas ocasiões: a primeira, em maio de 2014, e a segunda no final do mesmo ano. No entendimentos deles, estava claro que o assunto tratado eram pagamentos não contabilizados da campanha daquele ano, embora a expressão "caixa dois" não tenha sido utilizada em nenhum momento.
Compartilhe
André Dusek/ Agência Estado
André Dusek/ Agência Estado

Reforma em discussão

A discussão do relatório do deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA) sobre a reforma da Previdência começa nesta terça-feira (25), na comissão especial. Em um acordo por mais tempo para debater o texto, a oposição prometeu que não haverá obstrução. O deputado governista Carlos Marun (PMDB-MS) afirmou que, após esta semana de discussões na comissão, o relatório deve ser votado até o dia 3 de maio. Assim, a leitura do texto pode acontecer no Plenário da Câmara no dia 8 do mesmo mês.
Compartilhe
Alan Marques/Folha Imagem
Alan Marques/Folha Imagem

Menos um aliado?

O PSB decidiu se posicionar contra as reformas da Previdência e trabalhista. Os deputados da sigla estão proibidos de apoiar os projetos e o partido caminha para se colocar na oposição a Temer, apesar de ter Fernando Filho (PSB-PE) como ministro de Minas e Energia. Caso o partido se coloque mesmo como oposição, o que aconteceria com a entrega do cargo, a base do governo Temer na Câmara perderá 35 integrantes, passando de 411 para 376. Para aprovar uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) como a da reforma da Previdência são necessários ao menos 308 votos.
Compartilhe
Caio Borges
Caio Borges

Faltam quatro dias!

A Receita Federal recebeu 17,1 milhões de declarações de Imposto de Renda 2017 (ano-base 2016) até as 17h de ontem. Como a expectativa é receber 28,3 milhões de declarações no total, isso quer dizer que faltam ainda cerca de 11,2 milhões. O prazo de entrega termina às 23h59min59seg desta sexta-feira (28). Quem entregar com atraso terá de pagar multa de 1% do imposto devido ao mês. O valor mínimo é de R$ 165,74 e o máximo, de 20% do imposto.
Compartilhe
André Durão/UOL
André Durão/UOL

Não vai ter ônibus

Os motoristas, cobradores e fiscais de ônibus do Rio de Janeiro decidiram em assembleia realizada ontem aderir à greve geral convocada pelas centrais sindicais contra as reformas da Previdência e trabalhista propostas pelo governo Temer. A paralisação está marcada para a próxima sexta-feira (28). Os profissionais devem parar a partir das 0h e se reunirão às 8h30 na frente da sede da Prefeitura do Rio para pedir ao prefeito Marcelo Crivella (PRB) que seja baixado um decreto proibindo a terceirização no setor de transporte coletivo da cidade.
Compartilhe
Filippo Monteforte/AFP
Filippo Monteforte/AFP

O 'Dios' quer voltar

Técnico da Argentina entre 2008 e 2010, Diego Maradona declarou que gostaria de voltar a comandar a seleção do país na Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. Com o ídolo no comando, os hermanos chegaram às quartas de final do mundial da África do Sul. A seleção bicampeã do mundo está sem técnico desde 10 de abril após a demissão de Edgardo Bauza. Jorge Sampaoli, atualmente treinador do Sevilla, é tratado como favorito ao cargo.
Compartilhe
Junior Lago/UOL
Junior Lago/UOL

Brasileiros mais cultos

Os brasileiros estão lendo mais, frequentando mais o cinema e indo mais ao teatro. É isso que aponta uma pesquisa feita pela Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) sobre os hábitos culturais dos brasileiros. Segundo a pesquisa, 56% dos entrevistados frequentaram pelo menos uma atividade cultural no ano passado, com avanço de três pontos percentuais em comparação a 2015. Em relação a 2008, o resultado mostrou incremento de 13 pontos percentuais.
Compartilhe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos