Veja quem a polícia investiga no caso Bruno

Do UOL Notícias

Em São Paulo

Bruno Fernandes das Dores Souza
Considerado pela polícia o primeiro suspeito pelo desaparecimento de Eliza Samudio, o goleiro foi indiciado como o mandante do sequestro da ex-namorada. Bruno se entregou para a polícia do Rio de Janeiro na quarta (7) e foi transferido para Minas Gerais. Se no RJ o goleiro foi indiciado pelo sequestro de Eliza, em MG ele é suspeito de participação na morte da ex.
Luiz Henrique Ferreira Romão, o "Macarrão"
Amigo de Bruno, Macarrão também foi indiciado pelo sequestro de Eliza no Rio de Janeiro e pode ser acusado em Minas Gerais pela morte da ex-namorada do amigo. Ele é acusado de ter levado Eliza do Rio para Minas. Também se entregou para a polícia na quarta (7) e foi transferido para Minas Gerais.
Marcos Aparecido dos Santos, o “Bola”, “Paulista”
Baseado no depoimento de um menor de 17 anos que teria participado do sequestro, a polícia o aponta como o executor da morte de Eliza, supostamente ocorrida em Vespasiano, na Grande BH. A polícia acredita que ele tenha matado Eliza por estrangulamento, dissecado o corpo e distribuído partes a cães. Marcos teve a prisão temporária decretada pela polícia e foi preso na noite de quinta-feira (8).
Menor de 17 anos
Primo de Bruno, em depoimento à polícia do Rio afirmou ter participado do sequestro de Eliza do Rio para Minas Gerais e confessou ter dado uma coronhada na vítima durante o trajeto. Apreendido após a denúncia de seu tio, o menor de 17 anos apontou à polícia os supostos culpados pelo crime.
Dayanne Rodrigues do Carmo Souza
Atual namorada de Bruno, é suspeita de ter escondido o filho da Eliza em Minas Gerais. Acusada de receptação de incapaz, está presa em Belo Horizonte.
Fernanda Sales
Fernanda Sales, que seria ex-amante de Bruno, também está sendo investigada no caso do desaparecimento de Eliza. O nome de Fernanda é citado no inquérito porque, para a polícia, ela estaria com Bruno no dia em que Eliza trouxe o bebê ao seu apartamento no Rio. Segundo a polícia, foi ela quem recebeu a Eliza e o bebê no Recreio dos Bandeirantes. Depois, teria ido a Minas Gerais com o goleiro com um BMW e o bebê. No dia 7, retornou ao Rio para devolver o carro em uma concessionária.
Wemerson de Souza, o "Coxinha" Acusado de ter escondido o filho de Eliza em Minas Gerais. Foi preso na sexta-feira (9).
Flavio Caetano de Araújo É acusado de ter levado o filho de Eliza até uma casa em uma favela de Contagem (MG), onde a criança foi encontrada pela Polícia. Foi preso na sexta-feira (9).
Elenilson Vitor da Silva Administrador do sítio de Bruno em Esmeraldas (MG), para onde Eliza foi levada ainda viva. Acusado de ter sido cúmplice no crime. Foi preso na sexta-feira (9).
Sérgio Rosa Sales Camelo Primo de Bruno, é suspeito de ter sido cúmplice no crime. Está preso em Belo Horizonte.
  • Crédito das imagens (de cima para baixo): Luis Alvarenga/Agência O Globo; Alexandre Durão/UOL; Cristiano Trad/O Tempo/AE; Wagner Meier/AE; Marcelo Theobald/Agência O Globo; Reprodução

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos