Três municípios decretam situação de emergência após ciclone no RS

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Os municípios de Ibiaçá, Nonoai e Canela, no Rio Grande do Sul, decretaram nesta sexta-feria (23) situação de emergência devido aos prejuízos causados pelo intenso vendaval da noite de ontem, segundo a Defesa Civil Estadual. O município de Imigrantes (RS) também registrou problemas e chegou a encaminhar a Notificação Preliminar de Desastre (Nopred), mas a situação de emergência não foi decretada.

Você Manda

Envie fotos e vídeos dos estragos causados pelo vendaval no RS

Canela, na serra gaúcha, enfrenta a situação mais grave. O ciclone que atingiu parte da área urbana afetou 1.300 pessoas e deixou 200 pessoas desalojadas (na casa de amigos e parentes), 11 desabrigadas (encaminhadas para abrigos da prefeitura) e 11 levemente feridas. Os ventos danificaram 444 residências, sendo que 81 delas ficaram destruídas. Também ocorreram danos nos sistemas de energia elétrica, comunicação e transporte.

Durante a madrugada de quinta-feira, foram distribuídas lonas para cobrir casas e estabelecimentos. A Defesa Civil Estadual também encaminhou 2.000 telhas, 100 cestas básicas e 100 kits dormitórios para a região.

No município de Nonoai, uma enxurrada e o forte vendaval afetaram 230 pessoas. Vinte e cinco casas foram danificadas. Também ocorreram danos em estradas, bueiros, pontes e nos sistemas de energia elétrica e transporte. 

Em Ibiaçá, 78 pessoas foram afetadas de alguma forma pelos ventos e pela chuva. Vinte e quatro casos foram danificadas.

Já em Imigrante, 3.000 pessoas foram afetadas, 100 casas, danificadas, sendo que 20 delas ficaram destruídas. Também ocorreram danos nos sistemas de energia elétrica e transporte. 

Apesar do ciclone, Prefeitura de Canela (RS) mantém programação de inverno

O vendaval não assustou os turistas de Canela, que costuma lotar nesta época do ano, quando acontecem diversas atividades culturais no centro da cidade. Os hotéis estão lotados. Moradores falaram ao UOL Notícias sobre os estragos provocados pelo ciclone no bairro de Santa Terezinha, o mais atingido

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, está em Canela para vistoriar as áreas atingidas por um vendaval. Ela vai acompanhar o trabalho da Defesa Civil e deve sobrevoar a região – se o clima permitir.

A visita faz parte de uma estratégia do governo para recuperar rapidamente a região, uma das mais procuradas pelos turistas no Estado nesta época do ano. Segundo a Defesa Civil, a reconstrução de Canela deve custar R$ 10 milhões. 

O prefeito da cidade, Constantino Orsolin, apelou para que aumentem as doações, especialmente de colchões e cobertores.

Durante a tempestade, mais de 3.000 moradores tiveram o abastecimento de energia afetado pela queda de 80 postes da rede elétrica na cidade de Canela. Cerca de 300 árvores também foram arrancadas pelo tornado.

Mais tormentas

Apesar da trégua no tempo registrada nesta sexta-feira (23), chuva forte, vento e granizo devem voltar ao Rio Grande do Sul durante o final de semana. A Defesa Civil alerta para a possibilidade de um novo ciclone atingir o Estado no domingo.

O fenômeno, conhecido como ciclo gênese explosiva (rápida formação de ciclone extratropical intenso), está se formando no sudeste do Rio da Prata, entre Argentina e Uruguai. Uma frente fria com instabilidade, associada ao ciclone, deve cruzar o Rio Grande do Sul durante o domingo.

Há risco de chuva forte e novos vendavais – que podem ser de intensos a severos, em pontos localizados. As rajadas de vento, segundo alerta da Defesa Civil, podem chegar a 100 quilômetros por hora nas regiões central, oeste e sul do Estado.

Nesta sexta-feira, o sol predomina em quase todo o Rio Grande do Sul. As temperaturas despencaram com a entrada de uma massa de ar polar: em Bagé e em Alegrete, na região da campanha, fez 0ºC na madrugada. Em Porto Alegre a mínima foi de 6ºC e, à tarde, os termômetros não devem passar dos 16ºC.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos