Filho do vocalista do Biquini Cavadão está entre vítimas de acidente com helicóptero na BA

Arthur Guimarães
Do UOL Notícias*
Em São Paulo

Entre os mortos no acidente com o helicóptero que caiu sexta-feira (17) no litoral da Bahia, está o filho de Bruno Gouveia, líder do Biquini Cavadão, banda de rock ainda atuante que surgiu no Rio de Janeiro na década de 80.

Segundo informações confirmadas pela assessoria de imprensa do grupo, o menino Gabriel Kfuri Gouveia, 2 anos, foi encontrado morto nas águas da praia de Itapororoca, em Trancoso, na Bahia.

A criança estava no voo acompanhada da mãe, Fernanda Kfuri, ex-mulher do vocalista da banda. Fernanda chegou a ser socorrida por pescadores e foi encaminhada, com vida, ao hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. Ela morreu na madrugada deste sábado.

A informação sobre a morte do filho do músico já era conhecida desde o final da tarde de hoje. Por um apelo da família, no entanto, a notícia não foi divulgada até que o líder do Biquini Cavadão embarcasse de volta ao Brasil, às 22h, vindo dos Estados Unidos.

Os parentes de Gouveia temiam que, se ficasse sabendo do episódio antes de entrar no avião, o músico poderia ter "reações imprevisíveis". Ele está sozinho no exterior e deve ser avisado da tragédia assim que chegar ao Brasil.

Após a suspensão dos trabalhos de busca neste sábado (18), cresce a expectativa de que a maré cheia programada para o começo da manhã de domingo (19) ajude as equipes de resgate a encontrar no oceano os demais passageiros do helicóptero.

Segundo informações da Diretoria de Hidrografia e Navegação da Marinha, a água do mar deverá apresentar sua maior altura amanhã por volta das 5h30 em Ilhéus, que também fica no litoral sul do Estado.

Logo após o acidente com a aeronave Esquilo prefixo PR-OMO, os corpos de Gabriel, da babá Norma Batista de Assunção, e de Lucas Kfouri, 3 anos, foram resgatados.

Entre os desaparecidos está Mariana Noleto, namorada de Marco Antônio Cabral, filho do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. Os outros passageiros que ainda não foram encontrados são Jordana Kfouri, mulher do empresário Fernando Cavendish, e o empresário Marcelo Mattoso Almeida.

O acidente

O helicóptero decolou do aeroporto de Porto Seguro com destino ao condomínio de luxo Jacumã Ocean Resort, na Fazenda Jacumã, distante apenas cerca de 15 km do local, ainda no distrito de Trancoso. A aeronave caiu no mar, cerca de 500 metros da praia.

O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 2), com sede em Recife (PE), iniciou as investigações para apurar as causas do acidente.

Segundo o tenente Grimaldi, que participa das buscas, foram resgatados os corpos da babá Norma Batista de Assunção e das duas crianças que se encontravam no helicóptero: Gabriel Kfouri, de 2 anos, e Lucas Kfouri, 3. Fernanda Kfouri foi resgatada com vida, mas morreu no hospital.

Sérgio Cabral e o filho teriam escapado do acidente porque o voo já estava lotado. Marcelo Mattoso, que dirigia a aeronave e é presidente do First Class Group e dono do Jacumã Ocean Resort, teria jantado com o governador, em Porto Seguro, e seguido viagem. Aquele seria o terceiro voo dele no dia.

*Com informações de Heliana Frazão, em Salvador, e da Agência Estado

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos