PUBLICIDADE
Topo

Subestação de Furnas que deixou Distrito Federal sem luz responde por 60% da carga de energia

Nielmar de Oliveira e Sabrina Craide

Da Agência Brasil, no Rio de Janeiro e em Brasília

04/10/2012 16h57

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que a queda de energia ocorrida na tarde desta quinta-feira (4), em Brasília, foi provocada pelo desligamento geral da Subestação Brasília Sul, controlada por Furnas Centrais Elétricas.

A subestação fornece energia elétrica para a Companhia Energética de Brasília (CEB).


A subestação responde por 60% da carga de energia de Brasília, que abastece inclusive a Esplanada dos Ministérios e a Asa Sul. De acordo com o ONS, a subestação sustenta as linhas de transmissão de Furnas, recebendo energia em 345 mil volts e liberando em 138 mil volts. As causas do problema, segundo o ONS, ainda estão sendo investigadas.

O diretor do ONS, Hermes Chipp, explicou que a falta de luz, provavelmente, foi motivada por uma queimada que atingiu uma linha de transmissão entre as subestações Brasília Norte e Samambaia. Depois, houve o desligamento de outras três linhas de transmissão e de todos os transformadores da Subestação Brasília Sul.

A queda de energia na capital ocorreu por volta das 13h15, mas já começou a ser solucionada. Furnas informou que as linhas de transmissão Samambaia, Brasília Norte e mais duas linhas, todas de gerenciadas pela CEB, foram desligadas. Equipes de Furnas e da CEB já trabalham nos locais para normalizar a situação e reestabelecer o fornecimento de energia em Brasília. Em paralelo, a empresa apura as causas do problema.

Chipp está participando de uma reunião no Ministério de Minas e Energia para debater as causas do corte de energia que atingiu diversos Estados na quarta-feira (3) – a queda, nesse caso, foi originada em um transformador de Furnas que fica em Foz do Iguaçu. As causas dos problemas em Brasília e em Foz do Iguaçu serão estudadas em uma reunião na sexta-feira (5), na sede do ONS, no Rio de Janeiro.

 

Cotidiano