Topo

MP investiga incêndio no Memorial da América Latina em São Paulo

Do UOL, em São Paulo

03/12/2013 18h00

O MPE (Ministério Público Estadual), em São Paulo, instaurou nesta terça-feira (3) inquérito civil para apurar as causas do incêndio que destruiu quase totalmente o auditório Simón Bolívar do Memorial da América Latina, na Barra Funda, zona oeste da capital paulista, na sexta-feira (29).

A promotora de Justiça Camila Mansour Magalhães da Silveira, responsável pelo caso, vai apurar as condições de segurança do prédio, principalmente em relação às instalações elétricas.

Auditório do Memorial funcionava sem alvará, diz prefeitura de SP

Band News

A promotora solicitou informações sobre o assunto à Polícia Civil, Instituto de Criminalística, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil Municipal, AES Eletropaulo e Prefeitura de São Paulo.

A promotora de Justiça enviou ainda ofício questionando a Unidade de Preservação do Patrimônio Histórico e o Departamento de Patrimônio Histórico, ambos órgãos da Prefeitura de São Paulo, sobre a necessidade de demolição da estrutura do auditório, indicando o tipo de restauração adequada ao edifício.

Incêndio

Um incêndio de grandes proporções atingiu o auditório Simon Bolívar do Memorial da América Latina, na tarde de sexta-feira.

O Corpo de Bombeiros foi avisado do incêndio às 14h56. Por volta de 20h20, a corporação informou por meio do microblog Twitter que o fogo havia sido controlado.

Ao todo, 55 carros e caminhões dos Bombeiros e mais de cem homens foram enviados ao memorial. O helicóptero Águia 21 ajudou a combater as chamas.

Vinte e cinco homens da corporação passaram pelo hospital após o combate às chamas. Quatro deles estão internados após queimaduras internas provocadas pela fumaça e intoxicação.

Segundo a assessoria de imprensa do memorial, não havia funcionários no espaço no momento do incêndio. A assessoria informou que um curto-circuito atingiu a rede elétrica do auditório, que é o principal do memorial e tem 1.600 lugares. O fogo atingiu a plateia B do auditório.