Topo

Governo libera R$ 152 milhões para o Espírito Santo após estragos com chuvas

Mister Shadow/Estadão Conteúdo
O bairro Nova Itaparica, na cidade de Vila Velha, no Espírito Santo, ficou alagado por dias em dezembro, obrigando seus moradores a usar botes Imagem: Mister Shadow/Estadão Conteúdo

Bruna Borges

Do UOL, em Brasília

2014-01-09T14:38:57

09/01/2014 14h38

O governo federal ofereceu R$ 152 milhões para obras de recuperação no Espírito Santo após estragos causados no Estado pelas chuvas neste fim de ano.

De acordo com o governo do ES, as tempestades atingiram 54 dos 78 municípios capixabas, que deixaram 22 mil pessoas desalojadas e 24 mortes até o momento.

O envio dos recursos foi confirmado após reunião entre o governador do ES, Renato Casagrande (PSB), a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, em Brasília, nesta quinta-feira (9). Também participaram da reunião representantes do Ministério da Integração Nacional e da Casa Civil.

Segundo a ministra do Planejamento, R$ 72 milhões serão utilizados para construir casas para 1.500 famílias desabrigadas. Outros R$ 80 milhões servirão para obras de infraestrutura como recuperação de estradas, pontes e da área urbana. 

“A construção de casas é a prioridade do governo e devem começar em fevereiro”, afirma Casagrande.

Já foram liberados R$ 11,6 milhões para ações da Defesa Civil no ES. Parte dos repasses foram publicados no “Diário Oficial da União” de ontem (8). Estão na lista Brejetuba, Governador Lindenberg, Itapemirim, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Presidente Kennedy, São Roque do Canaã e Sooretama. Segundo o governador, a implantação dessas ações depende da apresentação de planos de reconstrução das prefeituras.

O plano de recuperação apresentado pelo governador do ES previa R$ 540 milhões para reconstrução total do Estado. Apesar do valor oferecido pelo governo federal, a ministra do Planejamento afirma que serão realizadas novas reuniões com os representantes do ES para discutir a possibilidade de envio de novos recursos. Na próxima semana, o governo vai enviar uma equipe de técnicos dos ministérios do Planejamento, da Casa Civil e das Cidades ao ES para analisar os projetos de recuperação previstos e discutir futuros repasses.

Também estão previstas obras de prevenção contra enchentes. “Estão sendo construídas obras de drenagem e bacias de contenção no Estado”, informa a ministra do Planejamento. Mas não há confirmação de quando essas obras serão entregues. “O prazo máximo é de ano.” Segundo Belchior, o Estado já tem R$ 600 milhões do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para estas obras, que devem ser licitadas nas próximas semanas.

Questionado se o recebimento do apoio do governo federal o prejudicaria politicamente com a disputa eleitoral antecipada entre PSB e PT nas eleições para presidente, o governador do ES disse que neste momento a prioridade é a recuperação dos estragos causados pelo Estado. "Primeiro o ES, se eu começar a tratar das eleições agora, eu não consigo resolver as questões de reconstrução do Estado. Quero manter a parceria muito bem construída com o governo federal".

Mais Cotidiano