PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

MG decreta situação de emergência por causa dos incêndios

Carlos Eduardo Cherem

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

17/10/2015 22h10

O governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT) assinou neste sábado (17) medida decretando situação de emergência em Minas Gerais por causa dos incêndios que acontecem em todas as regiões do Estado.

A medida será publicada em edição extraordinária do “Minas Gerais”, órgão oficial do Estado, deste domingo (18). A assessoria do governador não informou detalhes do decreto, mas informou que a medida vale para todo o território mineiro (853 municípios) e vai permitir agilizar procedimentos para atendimento das regiões atingidas, além de maior velocidade também para a liberação de recursos.

São 26 incêndios florestais em andamento em diversas regiões do Estado, segundo o último balanço divulgado no início da noite deste sábado (17) pela Secretaria de Meio Ambiente de Minas Gerais.

O Corpo de Bombeiros combate pelo quarto dia o incêndio que atinge o Parque Estadual da Serra do Rola Moça, em Belo Horizonte. Não há ainda uma estimativa da extensão da área queimada.

Os incêndios no pico do Ibituruna, na região de Governador Valadares, 324 Km de Belo Horizonte, e no Parque da Serra do Caraça, em Catas Altas (MG), distante 139 Km da capital, região central, também não foram ainda debelados.

Outro incêndio, que atinge a vegetação na Serra da Piedade, em Caeté, região metropolitana de Belo Horizonte, desde sexta-feira (16), fez com que a Arquidiocese Metropolitana cancelasse as missas que estavam previstas para este domingo (18) no Santuário de Nossa Senhora da Piedade.

O acesso ao topo da serra também foi proibido por questões de segurança. Somente militares do Corpo de Bombeiros e brigadistas estão autorizados a subir a serra. O fogo está em locais de difícil acesso e o trabalho de debelá-lo é difícil, de acordo com o Corpo de Bombeiros.



Belo Horizonte: 37,2ºC

A temperatura em Belo Horizonte neste sábado (17) atingiu 37,2ºC, por volta de 14h, quase se aproximando do número registrado nesta sexta-feira (16), de 37,4ºC, a maior em 105 anos, desde 1910 quando começaram as medições na capital mineira.  A umidade relativa do ar ficou em 12%.

No Estado, as maiores temperaturas neste sábado (17) foram registradas em Campina Verde (MG), 677 Km de Belo Horizonte, que teve 41,6ºC, e Ituiutaba (MG), distante 670 Km da capital, com 41,3ºC, ambas no Triângulo Mineiro.

Cotidiano