Corregedoria da PM abre inquérito para investigar chacina em São Paulo

Flávia Albuquerque

Da Agência Brasil

  • Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo

    Local onde uma pessoa morreu em chacina ocorrida no Jardim Vila Galvão, em Guarulhos

    Local onde uma pessoa morreu em chacina ocorrida no Jardim Vila Galvão, em Guarulhos

A Corregedoria da Polícia Militar do Estado de São Paulo instaurou Inquérito Policial Militar (IPM) para investigar a eventual participação de PMs em um homicídio múltiplo em Guarulhos no último dia 2.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, a decisão foi tomada depois de indícios identificados nos depoimentos de testemunhas ouvidas ontem (5).

Cinco jovens com idades entre 19 e 29 anos foram baleados por desconhecidos dentro de um bar, na rua Domingos de Abreu, que fica no bairro Jardim Vila Galvão, em Guarulhos, zona leste da Grande São Paulo, no início da madrugada.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, testemunhas relataram que um carro preto parou em frente ao local e um grupo de homens saiu de dentro do veículo atirando contra as vítimas.

Os baleados foram levados para hospitais da região, mas o único sobrevivente foi Assis Mendes da Costa Júnior, de 29 anos. Ele foi teve ferimentos no tórax e em uma das mãos e passou por cirurgia no Hospital Geral de Guarulhos.

As demais vítimas são: Leonardo José de Souza, 23 anos; Francisco Fernando Pereira Caetano, 23 anos; Hermes Augusto Inácio Moreira, 19 anos, e Adriano José Silva Araújo, 28 anos.

A perícia foi acionada, mas não encontrou cápsula ou projéteis no local. O caso está sendo conduzido pelo 2º Distrito Policial de Guarulhos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos