Cidade no interior de SP faz campanha do agasalho para ajudar cães e gatos

Wagner Carvalho

Colaboração para o UOL, em Bauru (SP)

  • Mayara Arena/Arquivo pessoal

    De acordo com o Ipmet, não fazia tanto frio na cidade desde 2011

    De acordo com o Ipmet, não fazia tanto frio na cidade desde 2011

Uma campanha para arrecadar agasalho e cobertores para os animais que vivem no canil e em abrigos cadastrados pelo município tem ganhado a simpatia da população de Pederneiras, 324 km de São Paulo.

O objetivo é receber doação de camas, cobertores, roupinhas, casinhas e até ração para oferecer aos cerca de 150 animais que vivem no canil municipal e aos mais de 500 animais que vivem com famílias protetoras pela cidade, cadastrados pela prefeitura.

Na madrugada de segunda-feira (13) foi registrada a temperatura mais baixa do ano na cidade: os termômetros chegaram a 4,9 °C, mas a sensação térmica ficou abaixo de 0 °C, com ocorrência de geadas. De acordo com o Ipmet (Centro de Meteorologia da Unesp de Bauru), não fazia tanto frio desde 2011.

"Tem cuidadora que chega a abrigar dezenas de cães e gatos que são deixados nas ruas e são resgatados, recebem tratamento, vacina e carinho, mas ficam à disposição para serem adotados", explica Mayara Arena, agente administrativa do município que coordenou a campanha.

A ação teve início há cerca de uma semana e vem colhendo bons resultados, tanto que alguns animais já estão utilizando as roupinhas doadas. Foram definidos nove pontos de coleta para as doações. Entre eles estão a prefeitura, as secretarias de Meio Ambiente e Assistência Social e o canil municipal.

Mayara Arena/Arquivo pessoal
Na madrugada de segunda-feira (13), foi registrada a temperatura mais baixa do ano na cidade

"Nossa intenção é arrecadar o máximo de doações possível. O número de animais, tanto no canil quanto nos abrigos, é muito grande. As doações de roupinhas e cobertores são essenciais para a campanha, mas caminha, casinhas e ração são muito bem-vindas", afirmou Mayara.

Daniela Satake, veterinária do município, afirma que as baixas temperaturas podem prejudicar a saúde dos animais de estimação. "Com a imunidade baixa, eles podem desenvolver inflamação no ouvido, cistite por segurarem mais a urina, até pneumonia e ir à óbito", afirma.

"Já arrecadamos cerca de dez roupinhas, quatro cobertores, duas casinhas, três caminhas, 30 kg de ração de cão e seis kg de ração de gato", contabiliza Mayara. Ela explica que as doações podem acontecer em qualquer época do ano, e que as necessidades dos animais vão além de enfrentar as baixas temperaturas.

Neuza Canastra, moradora no Jardim Altos do Alvorada, conta que deixou agasalhos no prédio da prefeitura. "Meus cães cresceram e decidi doar as roupinhas que não servem mais. Agora consegui com uns amigos cobertores e vou doar para a campanha", afirma.

Já Antenor Mendes, morador do bairro do Paturis, um local afastado dos pontos de arrecadação, disse que pretende levar o que conseguiu arrecadar com os vizinhos no final de semana. "Vai dar pra comprar uns 50 kg de ração, e ainda tem mais dois cobertores", afirma.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos