Tamoios começa a cobrar pedágio; outras estradas e ônibus têm reajustes

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Lacaz Ruiz/Estadão Conteúdo

    Rodovia SP-99 (Tamoios), no trecho entre os municípios de Paraibuna e Jambeiro, na região do Vale do Paraíba (SP)

    Rodovia SP-99 (Tamoios), no trecho entre os municípios de Paraibuna e Jambeiro, na região do Vale do Paraíba (SP)

Na próxima sexta-feira (1º de julho) começa a cobrança de pedágio na Rodovia dos Tamoios (que liga o Vale do Paraíba ao Litoral Norte de São Paulo), conforme previsto no contrato de concessão. Os pedágios das outras estradas concessionadas do Estado de São Paulo e as passagens intermunicipais também sofrerão reajustes.

Sobre a Tamoios, segundo a Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo), a concessionária cumpriu as exigências definidas para a operação das praças.

Para o início da cobrança, era necessária a execução de no mínimo 6% das obras de duplicação do trecho de serra, além de outras obrigações. As praças dos km 15,7 e km 56,6 passarão a cobrar, respectivamente, R$ 3,50 e R$ 6,20. A tarifa é parte da remuneração que irá viabilizar a construção de 21,6 quilômetros de novas pistas para a duplicação do trecho de serra da rodovia, orçada em R$ 2,6 bilhões.

Reajuste de pedágios

Também a partir desta sexta-feira, as tarifas de pedágio das rodovias estaduais paulistas que são administradas no regime de concessão serão reajustadas em 9,32%. Segundo a Artesp , o reajuste, que é anual, se baseia no IPC-A acumulado dos últimos 12 meses e está estipulado nos contratos de concessão.

Algumas das principais rodovias do Estado, como a dos Bandeirantes, operam em regime de concessão. Na Bandeirantes, por exemplo, importante conexão da capital paulista com o interior do Estado, o valor do pedágio vai variar de R$ 5,80 (praça de Limeira) a R$ 8,80 (praças de Caieiras e Campo Limpo) a partir desta sexta. Os valores valem para veículo de passeio e veículo comercial por eixo.

Transporte Intermunicipal

Os bilhetes do Sistema de Transporte Intermunicipal Rodoviário de Passageiros também ganham novos valores, a partir do dia 5 de julho, no Estado de São Paulo. O percentual de reajuste é de 9,56%.

De acordo com a Artesp, o índice representa a recomposição dos custos operacionais do sistema, que considera variações de diversos itens, como o diesel e a folha de pagamento da categoria.

A Artesp lembra que os passageiros que viajam com frequência podem comprar seus bilhetes rodoviários antes do reajuste, uma vez que as passagens têm validade de 12 meses.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos