PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

PM apreende mais de 2 milhões de maços de cigarros falsificados em MG

Parte da carga de cigarros falsos apreendida pela Polícia Militar de Minas Gerais no interior do Estado - Divulgação/Polícia Militar de Minas Gerais
Parte da carga de cigarros falsos apreendida pela Polícia Militar de Minas Gerais no interior do Estado Imagem: Divulgação/Polícia Militar de Minas Gerais

Rayder Bragon

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

05/07/2016 19h20

A Polícia Militar de Minas Gerais apreendeu mais de 2 milhões de maços de cigarros falsificados em uma fábrica clandestina na zona rural da cidade de São Sebastião do Paraíso (a 400 km de Belo Horizonte). 

Segundo a corporação, os policiais descobriram o local, nesta segunda-feira (4), quando faziam rondas na região para checar denúncias de casos de roubos e furtos na região. O imóvel era uma granja para criação de frangos atualmente desativada.

No local, a PM localizou o caseiro, que teria tentado impedido a entrada dos militares, além dos maços já prontos para comercialização e maquinário. Havia grande quantidade de fumo e caixas de papelão para embalar os produtos.

Além disso, No entorno, foram encontradas muitas câmeras de segurança, algumas instaladas em árvores, que monitoravam toda a propriedade. Os policiais também se depararam com selos falsificados usados nas embalagens dos maços.

A polícia disse acreditar que ao menos 20 pessoas trabalhavam no galpão de mil metros quadrados, mas ninguém foi encontrado na propriedade. Eles teriam fugido pelo mato quando notaram a presença dos policiais. Apenas o caseiro, que estava em outro local na propriedade, foi preso.

Segundo a PM, ele não quis dar detalhes sobre o caso. A Polícia Civil esteve no local e vai investigar o caso.

A Receita Federal foi acionada. Para a retirada do material apreendido, que está sendo feita nesta terça-feira (5), a PM informou que seria necessário o uso de ao menos cinco carretas.

Cotidiano