Mortes em Roraima são revolta por falta de estrutura, diz mulher de preso

Carlos Madeiro

Colaboração para o UOL, em Maceió

  • Anderson Soares/Roraima em Tempo

    Familiares de presos aguardam informações do lado de fora da PAMC (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo)

    Familiares de presos aguardam informações do lado de fora da PAMC (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo)

A mulher de um detento da Penitenciária Agrícola Monte Cristo, em Roraima, onde 31 presos foram mortos nesta sexta-feira (6), afirmou ao UOL que as mortes no local não têm relação com briga de facções e começaram ainda na noite do dia anterior

"Nenhuma morte foi por conta da facção. É por revolta mesmo contra o governo porque falta estrutura. Comida para os presos só está entrando de 15 em 15 dias. [O preso] só tem direito a uma visita por mês. Eles não estão se alimentando bem, a comida está sendo regulada. Sem contar que eles estão sendo sempre torturados, humilhados por agentes e policiais", afirmou Marilene dos Santos, cujo marido está preso por furto há quatro meses.

"As pessoas que morreram foram estupradores e 'cabuetas' [pessoas que deduram colegas a agentes penitenciários]", disse por telefone.

Segundo Santos, desde a noite de ontem, familiares começaram a receber mensagens e fotos enviadas por presos sobre mortes dentro da unidade. "Na contagem dele, já são mais de 40 mortos", diz.

A familiar afirma que o clima no local era de grande tensão. "Isso já era esperado. Eles aproveitaram o que ocorreu em Manaus. Lá dentro é tudo misturado, não tem separação de preso nenhum", contou.

Desde que chegou à porta do presídio, os familiares afirmam que não receberam nenhuma informação sobre nomes de mortos e se há feridos.

Além disso, testemunhas afirmam ouvir estouros de bombas dentro do presídio desde o início da manhã.

"Não há nenhuma assistência, está todo mundo no sol quente. A gente já está a uns dois quilômetros porque eles não deixam chegar perto. As mulheres vão se unir e protestar", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos