Homem é decapitado em Natal; assassinos filmam e se intitulam do PCC

Carlos Madeiro

Colaboração para o UOL, em Maceió

Um homem de 26 anos foi morto e teve a cabeça decepada, na noite de terça-feira (24), em Natal. O crime foi filmado por supostos integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) e seria parte da guerra que a facção tem com o grupo local, o Sindicato do RN.

O crime aconteceu numa localidade chamada favela do Japão, na periferia da capital potiguar.

Segundo o boletim do Itep (Instituto Técnico-Científico de Perícia), o homem de iniciais A.S.S.D.F. tinha marcas de armas branca e de fogo.

No vídeo, um dos integrantes pede para arrancar a cabeça, "jogar no rio" e ameaça dizendo que "será assim agora com o Sindicato". "Aqui é PCC", diz. A polícia informou que investiga o caso.

A disputa entre as duas facções foi responsável pela morte de 26 presos no último dia 14, na penitenciária de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na Grande Natal.

Desde sábado (21), por conta da disputa, um muro de contêineres foi erguido em Alcaçuz para evitar um contato físico entre as duas facções, que estão em guerra declarada dentro e fora das prisões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos