Homem é preso com 3,5 kg de drogas amarradas ao corpo no aeroporto de Brasília

Eduardo Carneiro

Colaboração para o UOL

  • Divulgação/PMDF

    Tasso Jorge Nemer, de 21 anos, foi flagrado com skunk

    Tasso Jorge Nemer, de 21 anos, foi flagrado com skunk

Um homem foi preso por volta das 23h30 da última segunda-feira, no Aeroporto Internacional de Brasília, com 3,5 quilos de skunk (droga produzida em laboratório a partir de cruzamentos de vários tipos de maconha) amarrados ao corpo.

A prisão foi resultado de uma ação conjunta entre a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e a Polícia Federal (PF). Nos últimos dias, policiais militares do Grupo Tático Operacional do 2º Batalhão realizaram uma série de flagrantes de pequenos traficantes com skunk, principalmente na cidade de Taguatinga.

Eles colheram informações com os detidos e repassaram para a Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal (DRE), que descobriu que a origem da droga era a cidade de Manaus-AM.

A partir daí, equipes da PMDF e da PF foram até o Aeroporto Internacional de Brasília desde sábado para acompanhar os voos comerciais vindos da capital amazonense. Algumas pessoas foram abordadas, até os 3,5 quilos de skunk serem encontrados.

O homem detido é Tasso Jorge Nemer, de 21 anos. Ele foi encaminhado para a Superintendência da Polícia Federal, onde foi registrada a ocorrência de tráfico interestadual de drogas.

De acordo com a PMDF, o skunk é consumido geralmente por um público com alto poder aquisitivo, e cada quilo custa em média R$ 20 mil. A droga tinha como destino os bares da Asa Sul e Taguatinga.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos