PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Presídios do RS têm fuga de sete em meio à crise no sistema prisional

Brigada Militar captorou drone que levaria quatro celulares para presídio de Charqueadas - Divulgação
Brigada Militar captorou drone que levaria quatro celulares para presídio de Charqueadas Imagem: Divulgação

Luan Santos

Colaborador para o UOL, em Porto Alegre

23/07/2017 10h58Atualizada em 23/07/2017 19h20

O Rio Grande do Sul vive um dos piores momentos no sistema carcerário. Só nesse sábado (22), sete detentos fugiram de presídios no Estado. As superlotações em penitenciárias têm causado um grande impacto, onde mais de 200 presos aguardam vagas dentro de delegacias e até em carros da Brigada Militar. Alguns no porta-malas e outros algemados ao cinto de segurança.

Dos foragidos, até a manhã deste domingo apenas quatro haviam sido recapturados.

No Presídio Estadual Alegrete, localizado no oeste do Estado, dois fugiram após fazerem um buraco no teto da cela e escaparem pelos fundos do presídio, segundo informações da Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários). Os fugitivos foram identificados como Rodrigo Bairros Jaques e André Soares Gonçalves.

O primeiro cumpria pena por tráfico e o segundo estava preso por homicídio. Apesar das buscas, nenhum dos dois foi localizado até o momento.

O Presídio Estadual de Alegrete é só uma das unidades superlotadas no Estado. Atualmente há 216 detentos no local, mas sua capacidade é de apenas 90 homens.

Outros cinco fugiram da carceragem do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) em Porto Alegre. A fuga ocorreu no início da tarde durante a entrega de comida. Um agente foi rendido pelos detentos e um policial civil foi baleado na perna. Ele foi socorrido e passa bem.

De acordo com informações do delegado Sander Cajal, diretor de investigações do Deic, os presos fugiram e roubaram um veículo em um posto de combustível que fica em frente à carceragem. Durante a fuga eles bateram com o carro no poste e quatro deles foram capturados pela Brigada Militar. Mais tarde, o que estava foragido foi preso, Airton Gomes Frazão, 61, morador de Porto Alegre. Ele estava detido desde a última semana em virtude de um mandado de prisão preventiva que faz parte de uma investigação ainda em andamento.

Um drone foi apreendido levando quatro celulares, cinco baterias, 19 chips e cartão de memória na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas, na região metropolitana de Porto Alegre. Esse é o segundo caso deste tipo, já que na sexta-feira (21) um outro equipamento foi abatido pelos policiais.

Presos são mantidos dentro de carros da Brigada Militar por falta de lugar em delegacias e presídios  - Divulgação/Brigada Militar - Divulgação/Brigada Militar
Presos são mantidos dentro de carros da Brigada Militar por falta de lugar em delegacias e presídios
Imagem: Divulgação/Brigada Militar

Construção de presídio federal

Em março deste ano, o Governo Federal anunciou que irá construir um presídio, orçado em R$ 60 milhões e com capacidade para 210 pessoas, em Eldorado do Sul. A previsão é que a obra comece no próximo mês.

Quase 300 presos aguardam vagas neste domingo (23) em diferentes locais do Estado. No Pio Buck, por exemplo, 93 detentos estão abrigados em salas e até em veículos da polícia. Na Delegacia de Canoas há 62, Gravataí 29, São Leopoldo 23, Novo Hamburgo 20, Alvorada 19 e 12 em Viamão. As duas Delegacias de Pronto Atendimento de Porto Alegre registram 19 pessoas.

Cotidiano