PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

MPF denuncia 16 pessoas por tráfico internacional de armas

Em junho a PF apreendeu 60 fuzis, 60 carregadores e 140 munições no do Galeão - Reprodução
Em junho a PF apreendeu 60 fuzis, 60 carregadores e 140 munições no do Galeão Imagem: Reprodução

Do UOL, no Rio

02/08/2017 18h29Atualizada em 03/08/2017 16h22

O MPF (Ministério Público Federal) no Rio de Janeiro denunciou nesta quarta-feira (2) 16 pessoas suspeitas de envolvimento com tráfico internacional de armas. A acusação foi resultado de investigação iniciada a partir da apreensão, feita pela Polícia Civil com apoio da Polícia Federal, em junho, de 60 fuzis, 60 carregadores e 140 munições no Aeroporto Internacional do Galeão, oriundos de Miami.

A denúncia foi integralmente aceita pela 8ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, que também determinou a prisão preventiva de 14 suspeitos.

Segundo a investigação, entre 2014 e 2017 os acusados importaram armamentos em desacordo com as exigências legais ao menos 75 vezes. Nas declarações de importação, constavam aquecedores e bombas d'água, que serviam para esconder armas de fogo, acessórios e munições de uso restrito.

A estimativa é que, durante três anos, os denunciados contrabandearam cerca de 297 mil munições e 1.043 fuzis com carregadores. As armas eram adquiridas por valores entre US$ 2,5 mil a US$ 3,5 mil e vendidas por entre R$ 37,5 mil e R$ 53 mil.

Os 16 denunciados são acusados de organização criminosa, tráfico internacional e comércio ilegal de armas de fogo, munições e acessórios de uso restrito.

Cotidiano