Tentativa de assalto a agência dos Correios deixa um suspeito ferido em SP

Luis Adorno

Do UOL, em São Paulo

  • Luis Adorno/UOL

Quatro homens foram presos na manhã desta segunda-feira (6) após uma tentativa de assalto a uma agência dos Correios em São Paulo. Eles mantiveram pessoas como reféns durante cerca de 10 minutos, segundo informações da Polícia Militar de São Paulo. Um dos suspeitos foi baleado no braço. A agência fica na avenida Angélica, no bairro de Higienópolis, área nobre na zona oeste da capital.

Segundo a PM, por volta das 10h20, bandidos anunciaram um assalto à agência. A polícia conseguiu frustrar o assalto, mas os criminosos reagiram tomando funcionários e clientes como reféns. 

Reprodução/Twitter/BandNewsFM
Criminosos se rendem após tentativa de assalto
A Polícia Civil diz que houve troca de tiros e que os criminosos se renderam por volta das 10h30.

"A troca de tiros durou um minuto, no máximo", disse ao UOL a aposentada Marina Costa, 68, que mora em frente à agência e que estava dentro do local quando o crime ocorreu. "Ele [criminoso] deu o primeiro [tiro]. Depois, os policiais deram uns 6, 7. Enquanto isso, todo mundo ficou abaixado. Tinha umas 12 pessoas dentro, mais ou menos", afirmou.

Antonio Souza, 38, trabalha como porteiro em frente ao prédio da agência. Ele disse ter escutado cerca de 10 tiros. "Foram vários, mas muito rápido. Quando acabou, saí [na rua] para ver, e já tinha um monte de polícia", afirmou.

Por volta das 11h40, funcionários, em estado de choque, continuam dentro da agência e eram acalmados pelos policiais. De acordo com a PM, eles devem ser liberados depois de prestarem depoimento.

A porta de vidro da agência está estilhaçada. A avenida Angélica, no trecho entre avenida Higienópolis e rua Doutor Veiga Filho, foi interditada pela polícia. Fiscais da CET (Companhia de Engenharia e Tráfego) orientam os motoristas a evitar a região.

Do outro lado da avenida, há cinco cápsulas preservadas, semelhantes às de pistola .40, de uso exclusivo de Forças Armadas e polícia. A PM informou que apenas a perícia da Polícia Civil poderá confirmar a informação.

Policiais não souberam informar para qual hospital o suspeito foi levado. Os três detidos em flagrante foram levados para a PF (Polícia Federal), que deve investigar o caso.

Mulher conta como foi assalto a agência dos Correios em SP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos