Enem

Família localiza jovem de 19 anos que sumiu após prova do Enem em São Paulo

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

  • Arquivo pessoal

    Mariana Vakahara, 19, desapareceu na tarde de domingo (5), na zona sul de São Paulo

    Mariana Vakahara, 19, desapareceu na tarde de domingo (5), na zona sul de São Paulo

A estudante Mariana Vakahara, 19, foi localizada pela família na tarde desta segunda-feira (6) em local próximo a Campos do Jordão, a 198 km de São Paulo.

A família havia notificado o desaparecimento dela depois que ela não voltou para casa após a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) neste domingo. Mariana realizaria a prova na universidade Unip, na Aclimação, zona sul de São Paulo.

A mãe da jovem, Lúcia Vakahara, afirma que ela foi localizada e está bem, mas não soube informar o que havia ocorrido. Desde então, a família pede respeito ao susto que passou e não quer entrar em detalhes sobre o que teria ocorrido com ela.

Familiares foram na noite de domingo até a porta da universidade, depois de tentar entrar em contato com a jovem por telefone, sem sucesso. Ao chegarem em frente à Unip, constataram que não havia mais estudantes e que as portas do local já estavam fechadas.

Um boletim de ocorrência de desaparecimento foi registrado pela família no 78º DP (Distrito Policial), no Jardins. Ao UOL, Mônica Ikeda, tia de Mariana, disse não ter certeza se a jovem chegou a entrar na universidade para fazer a prova. "Um fiscal da prova, da sala dela, disse que se lembra de ter chamado o nome dela e ninguém ter respondido", afirmou.

A tia disse que uma pessoa enviou uma mensagem para a mãe de Mariana informando que a viu chorando. Segundo a família, a jovem estava vestindo uma camiseta branca, legging preta e um casaco verde. Mariana já havia feito três provas do Enem, uma vez como treineira e outras duas vezes para tentar uma vaga em medicina. Neste ano, a ideia de Mariana é cursar economia e contabilidade, segundo a família.

A Unip informou que está à disposição para ajudar. O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão vinculado ao MEC (Ministério da Educação), não se posicionou sobre o assunto até a publicação desta reportagem.

À rádio BandNews FM, o pai da jovem, Eduardo Vakahara informou que teve acesso às imagens da universidade, mas que não foi possível identificar ela entrando no local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos