Acidente com ônibus escolar mata criança e deixa mais de 10 feridos em Alagoas

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

  • Reprodução

Um ônibus de transporte escolar tombou em uma estrada do município de Marechal Deodoro, na região metropolitana de Maceió (AL), e matou uma menina de 11 anos, nesta quinta-feira (9). O acidente ainda deixou 11 feridos --nove crianças, o motorista e a fiscal do ônibus.

Segundo a Polícia Militar, o acidente ocorreu por volta das 6h20, quando o veículo buscava crianças para levar para a escola numa estrada de terra, entre canaviais da fazenda Rio Branco. O ônibus transportava 12 pessoas, sendo dez estudantes, o motorista e a fiscal do veículo.

A Prefeitura de Marechal Deodoro informou que o ônibus seguia por uma estrada vicinal quando derrapou, o motorista perdeu o controle da direção e o veículo tombou.

A menina M.S.L.S., 11, morreu na hora do acidente. O corpo da criança foi recolhido pelo Instituto Médico Legal para ser submetido a necropsia.

As nove crianças e o motorista foram levados em ambulâncias da SMS (Secretaria Municipal de Saúde) para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da praia do Francês. Uma criança teve uma luxação na perna e outra quebrou a clavícula. Todos estão estabilizados e passam bem. O nome do motorista não foi divulgado.

A fiscal do ônibus escolar, Flávia Vanessa de Assis Santos, 29, foi encaminhada por uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o HGE (Hospital Geral do Estado), localizado no bairro Trapiche da Barra, em Maceió. Ela foi submetida a cirurgia e seu estado de saúde ainda não foi informado. Uma equipe da SMS de Marechal Deodoro está acompanhando o procedimento.

Devido à morte da estudante, a Prefeitura de Marechal Deodoro decretou luto oficial no município por dois dias e a Secretaria Municipal de Educação suspendeu as aulas até sexta-feira (10). A prefeitura informou que está prestando a assistência necessária às vítimas e à família da vítima.

Polícia investiga acidente

A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar as causas do acidente. Peritos do Instituto de Criminalística estiveram no local para colher informações sobre o acidente e inspecionaram o ônibus escolar.

Segundo a polícia, os ocupantes do veículo não usavam cinto de segurança e estudantes relataram que o motorista estava em alta velocidade quando aconteceu o acidente.

O delegado Rodrigo Colombeli disse que já começou a colher depoimentos das vítimas e que o inquérito vai analisar a situação do ônibus e seus equipamentos, como o tacógrafo (que mede da velocidade, o tempo e o uso do veículo). Segundo ele, se alguma irregularidade for comprovada, o condutor e ou a prefeitura poderão ser responsabilizados pelo acidente.

A prefeitura informou que o ônibus escolar estava com a documentação em dia e tinha passado por uma revisão em 19 de outubro. O município disse que vai aguardar o laudo da perícia para saber as causas do acidente.

A prefeitura informou ainda que instalou uma comissão de sindicância para apurar as causas do acidente e tomar as medidas legais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos