Violência em São Paulo

Vídeo mostra momento em que PM atira e mata soldado em Guarulhos (SP)

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

Um vídeo mostra o momento em que um soldado da PM (Polícia Militar) matou a tiro um outro soldado da corporação, na madrugada de segunda-feira (29), em Guarulhos, na Grande São Paulo. O soldado afirmou na delegacia que confundiu o colega de farda com um ladrão. A Corregedoria da corporação apura o que de fato ocorreu. O caso foi registrado como homicídio e legítima defesa. O PM vai responder pela ocorrência em liberdade.

O soldado Altieres Souza da Silva, 33, lotado no 31º BPM-M (Batalhão de Polícia Militar Metropolitano), de Guarulhos, deixou um bar na rua Tapajós, no Jardim Barbosa, por volta das 5h30, com uma arma nas mãos, acompanhado de outro policial do mesmo batalhão. Testemunhas ouvidas pela Polícia Civil disseram que eles tinham brigado em decorrência de uma desavença ocorrida por causa da conta no bar. Os dois estavam à paisana.

Segundo a investigação da Polícia Civil, os dois PMs estavam aparentemente embriagados, mas se dirigiam para seus carros, que estavam estacionados na avenida Paulo Faccini, próximo de uma farmácia. Foi quando um terceiro policial, o soldado Silvio Fernando Bento de Oliveira, 38, lotado no 42º BPM/M, em Osasco, passou pelo local de carro.

Em depoimento à Polícia Civil, Bento de Oliveira afirmou que, ao ver o soldado com a pistola em mãos, na direção da farmácia, acreditou que ele faria um assalto. Ainda segundo ele, antes de atirar, gritou três vezes para que o soldado Silva baixasse a arma. Ele disse, ainda, que só atirou depois que o policial se virou para ele, com a arma ainda em punhos, argumentando legítima defesa.

O vídeo, no entanto, mostra que Bento de Oliveira chegou até Silva correndo e já apontando a arma contra o soldado, que, na sequência, se virou para ele. Silva foi atingido no abdômen. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Hospital Geral de Guarulhos, mas não resistiu aos ferimentos. O caso é investigado pelo 1º DP (Distrito Policial) de Guarulhos, no centro da cidade.

A reportagem tentou contactar o PM Bento de Oliveira através de seu batalhão e via SSP (Secretaria da Segurança Pública). Até a publicação desta reportagem, ele não havia sido localizado. Em nota, a SSP informou que testemunhas foram ouvidas e a equipe policial busca por imagens e outras testemunhas que possam colaborar com as investigações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos