No AM, traficantes da FDN são presos antes de ataque a grupo do PCC

Do UOL, em Brasília e em São Paulo

  • Polícia Civil do Amazonas

    Operação da polícia no AM prendeu 20 traficantes e apreendeu três fuzis da facção FDN

    Operação da polícia no AM prendeu 20 traficantes e apreendeu três fuzis da facção FDN

Um grupo de traficantes ligados à facção FDN (Família do Norte) foi preso na última sexta-feira (23) durante uma operação da Polícia Civil do Amazonas, em Manaus. Segundo as investigações, os criminosos se preparavam para atacar um grupo de traficantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) que atuaria na capital amazonense. Durante a operação, a polícia apreendeu três fuzis e até uma metralhadora.

A operação aconteceu na zona norte da capital amazonense por volta das 19h da última sexta-feira. De acordo com a polícia, 20 pessoas foram presas, todas integrantes da FDN. Durante a operação, houve troca de tiros entre policiais e traficantes e um suspeito ficou ferido. Ele foi levado a um hospital da região e está internado.

A FDN controla os presídios da maior parte da região norte e foi responsável pelo massacre de 56 detentos em cadeias do Amazonas no início de 2017.

Segundo o diretor do Denarc (Departamento de Investigação sobre Narcóticos) do Amazonas, Paulo Mavignier, a polícia havia coletado informações que indicavam que o grupo ligado à facção, liderado pelo traficante Francileo Barbosa Ribeiro, 32, conhecido como "Obama", se preparava para atacar rivais do PCC para controlar o tráfico de drogas na zona norte de Manaus, uma das mais populosas da capital.

O secretário-executivo de Inteligência do Amazonas, Hebert Lopes, disse acreditar que as armas apreendidas durante a operação tenham sido enviadas ao Brasil por guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). "Provavelmente, parte dessas armas apreendidas durante a ação está vindo de guerrilheiros das Farc", disse durante entrevista.

Investigações conduzidas pelo MPF-AM (Ministério Público Federal no Amazonas) indicam que traficantes da FDN mantinham "conexões" com guerrilheiros das Farc. 

Histórico de rivalidade

A FDN e o PCC são rivais na disputa pelo controle dos presídios da região Norte e pelas rotas de escoamento da cocaína produzida na Colômbia e no Peru pela Amazônia brasileira.

A FDN é aliada do CV (Comando Vermelho), rival do PCC no tráfico de drogas em escala nacional.

A rivalidade entre FDN e PCC foi o estopim do massacre 56 detentos das cadeias amazonenses no início de 2017. Na época, o comando da FDN ordenou a morte de integrantes do PCC que estavam presos nas cadeias do Estado. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos