Topo

Aeronave com 7 a bordo cai em São Paulo; piloto morre

Gabriela Fujita*

Do UOL, em São Paulo

2018-07-29T18:45:08

2018-07-30T16:14:42

29/07/2018 18h45Atualizada em 30/07/2018 16h14

Uma aeronave caiu, na tarde deste domingo (29), no aeroporto Campo de Marte, na zona norte de São Paulo. O acidente aconteceu por volta das 18h, segundo a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária).

De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, capitão Marcos Palumbo, seis vítimas (cinco passageiros e o co-piloto) foram socorridas com vida, e uma delas, o piloto do avião, morreu no local. Os nomes das vítimas ainda não foram divulgados oficialmente.

Reprodução/Facebook
Antonio Traversi, piloto do avião que caiu no Campo de Marte, morreu no local Imagem: Reprodução/Facebook

Um dos sócios da empresa Videplast, Eliandro Pazin, disse que o avião é da empresa.

Segundo ele, estavam a bordo os dois fundadores da companhia, Nereu Denardi e Geraldo Denardi, que são irmãos, o coordenador da empresa, Aguinaldo Nunes, e o filho de Nereu, de 17 anos.

O nome do piloto é Antonio Traversi, segundo Pazin.

Segundo informações da TV Globo, as outras vítimas são Agnaldo Crippa e Bene Souza.

Reprodução/Facebook
King Air C90GTI, da Hawker Beechcraft, que caiu no Campo de Marte neste domingo (29) Imagem: Reprodução/Facebook

Os cinco passageiros foram levados a hospitais da região, apresentando ferimentos leves. O co-piloto foi encaminhado ao Hospital das Clínicas, com apoio do helicóptero Águia.

A operação de tentar salvar o piloto, preso às ferragens da aeronave, levou cerca de uma hora, de acordo com Palumbo, mas a vítima não resistiu aos ferimentos.

O avião, do tipo BE9L, tentou fazer um pouso de emergência na área de pousos e decolagens do aeroporto, bateu na pista e chegou a pegar fogo, segundo os Bombeiros.

De acordo com a Infraero, a aeronave vinha de Videira, em Santa Catarina, para São Paulo.

Reprodução/Twitter
Aeronave pegou fogo após bater na pista do Campo de Marte Imagem: Reprodução/Twitter

Consta do registro da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) que o avião, um bimotor turbo-hélice, foi fabricado em 2008 pela Hawker Beechcraft, com capacidade para sete passageiros. A aeronave estava em situação regular de operação. A Anac vai investigar as causas do acidente.

O Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) informou que investigadores do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV), órgão regional do Cenipa, realizam a Ação Inicial da ocorrência envolvendo a aeronave, que é o começo do processo de investigação e possui o objetivo de coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos.

*com Aiuri Rebello e Agência Brasil

Bombeiros tentam resgatar vítimas após queda

UOL Notícias

Mais Cotidiano