Topo

Helicóptero da PM cai na Baía de Guanabara após pouso forçado; PM morre

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

2019-01-14T09:58:28

2019-01-14T14:59:18

14/01/2019 09h58Atualizada em 14/01/2019 14h59

Um helicóptero Fênix da Polícia Militar do Rio caiu após tentar fazer um pouso forçado na manhã desta segunda-feira (14) na Baía de Guanabara, próximo à região da Linha Vermelha, na Ilha do Governador, na zona norte carioca. Informações iniciais falam em pane na aeronave e, segundo a PM, os quatro policiais que estavam na aeronave foram resgatados. Um deles morreu em decorrência do acidente.

A vítima é o sargento Felipe Marques de Queiroz, 37, do GAM (Grupamento Aeromóvel da PM do Rio de Janeiro). Ele foi submetido a procedimentos de reanimação após ser resgatado e chegou a ser socorrido no HCPM (Hospital Central da Polícia Militar). Queiroz estava na corporação desde 2005, era casado e deixa três filhos.

O GAM e o Corpo de Bombeiros fizeram operação de resgate e socorro dos tripulantes, que contou com o auxílio de moto náutica e de helicóptero da PM. O estado de saúde dos outros três policiais, que também foram levados para o HCPM, ainda não foi divulgado.

O helicóptero Fênix 08 sobrevoava a região para reforço do patrulhamento na Linha Vermelha --trajeto para o aeroporto internacional do Galeão. Durante o monitoramento aéreo da via, houve necessidade de fazer um pouso forçado na água e a aeronave acabou caindo.

Fabiano Rocha / Agência O Globo
Helicóptero auxilia no resgate a policiais que estavam em aeronave da PM que caiu na Baía da Guanabara Imagem: Fabiano Rocha / Agência O Globo

A aeronave era um Esquilo Modelo H350 BA e, segundo a PM, estava com a manutenção regularizada. "O acidente será apurado pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos). O Centro de Criminalística da Polícia Militar também acompanhará a apuração", disse a corporação por meio de nota.

Um vídeo divulgado na página Onde Tem Tiroteio, no Facebook, mostra imagens da Baía da Guanabara instantes após o acidente (veja acima).

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio de Janeiro, uma faixa da Linha Vermelha no sentido Centro está interditada.

Em nota enviada à imprensa, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, lamentou o incidente e se solidarizou com o policial morto: "Manifesto meu mais profundo pesar pelo falecimento do sargento Felipe Marques de Queiroz, em consequência da queda do helicóptero da Polícia Militar, ocorrida hoje na Baía de Guanabara. Presto toda minha solidariedade à família. É mais um herói que deu sua vida em defesa da população do Estado do Rio de Janeiro. Que Deus o abençoe e o acolha. Tenho confiança que as autoridades vão esclarecer as causas do acidente", afirmou.

Mais Cotidiano