Topo

Morre menina que teve 80% do corpo queimado por vazamento de gasolina no RJ

Bombeiros isolaram área ao redor de um gasoduto da Transpetro em Duque de Caxias - Reprodução/TV Globo
Bombeiros isolaram área ao redor de um gasoduto da Transpetro em Duque de Caxias Imagem: Reprodução/TV Globo

Mirthyani Bezerra

Do UOL, em São Paulo

23/05/2019 12h25

A menina de 9 anos que teve 80% do corpo queimado em um vazamento de gasolina em Duque de Caxias (RJ) morreu hoje. Ela estava internada desde 26 de abril no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde do Rio, que não deu informações sobre o que teria causado a morte.

A.C.P.L. chegou a ficar em estado gravíssimo no hospital, mas familiares contaram ao jornal O Dia que a menina já tinha deixado o CTI (Centro de Terapia Intensiva) e estava no quarto. Falava e estaria se alimentando por via oral. Às 8h de hoje, teria tido duas paradas cardiorrespiratórias e não teria resistido. A secretaria não divulgou detalhes.

Ela caiu em uma poça de gasolina do tipo A, sua versão pura, que não é comercializada e causa queimaduras se entrar em contato com a pele, após uma tentativa de furto de combustível. O vazamento de gasolina aconteceu em um oleoduto da Transpetro, subsidiária da Petrobras, no bairro Parque Capivari.

A criança teria ficado desacordada sobre o combustível antes de ser socorrida. Além dela, outras quatro pessoas ficaram feridas na ocasião. Duas delas foram atendidas no local e não precisaram ser levadas ao hospital. As outras duas -- Olavo Pacífico de Santos, 51, e Antônio M. da Silva, 53 - foram levadas para a mesma unidade

Mais Cotidiano