Topo

Bombeiros acham jovem e criança soterrados em PE; nº de mortos vai a 9

Corpo de Bombeiros
15.jun.2019 - Bombeiro trabalha em busca por vítimas de soterramento em Camaragibe, na Grande Recife Imagem: Corpo de Bombeiros

Carlos Madeiro

Colaboração para o UOL, em Maceió

2019-06-16T13:01:43

16/06/2019 13h01

O Corpo de Bombeiros de Pernambuco encontrou entre a noite de ontem e a madrugada de hoje os corpos de uma criança de seis anos e de um adolescente de 14 que estavam desaparecidos após o soterramento de uma casa em Camaragibe, na Grande Recife.

Com isso, a corporação encerrou as buscas que duraram cerca de 60 horas --o deslizamento ocorreu às 12h30 de sexta-feira (14). Subiu para nove o total de vítimas em decorrência da forte chuva na região.

Ao todo, cinco pessoas da mesma família morreram e uma foi resgatada com vida em Camaragibe, onde sete pessoas morreram.

O deslizamento de barreiras ocorreu na 2ª Travessa Bom Jesus, no centro da cidade. Segundo os bombeiros, a última equipe da corporação foi desmobilizada às 7h, e o trabalho de buscas está encerrado.

Desde a quinta-feira (13), fortes chuvas atingem toda a região metropolitana do Recife e causam diversos problemas.

Em Camaragibe, a operação de socorro começou com a primeira vítima encontrada com vida, assim que a primeira equipe de bombeiros chegou ao local. Ela foi encaminhada a um hospital. As buscas seguiram e não foram interrompidas durante as madrugadas de sexta e de sábado (15).

O prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB), decretou estado de emergência na cidade ainda na sexta. "Não há culpa de ninguém no que aconteceu, ninguém esperava que chuva de 15 dias caísse em um dia. A prefeitura está tomando as providências", disse o prefeito.

A previsão da Apac (Agência Pernambucana de Águas e Clima) é que mais chuvas ocorram hoje em toda região metropolitana e nas matas sul e norte.

A Prefeitura do Recife montou uma força-tarefa desde a quinta-feira (13) para atuar e minimizar os impactos causados pelas chuvas na cidade. Segundo a prefeitura, choveu em menos de um dia o corresponde a 14 dias de chuvas em relação à média histórica para junho. A Defesa Civil está em alerta máximo.

Tradutor: PE: bombeiros acham jovem soterrado e encerram buscas; nº de mortos vai a 9

Mais Cotidiano