Topo

Câmeras mostram que funcionários tentaram apagar incêndio em hospital do RJ

14.set.2019 - Fotos após incêndio no Hospital Badim mostram rastro de destruição provocado pelo fogo - TV Globo/Reprodução
14.set.2019 - Fotos após incêndio no Hospital Badim mostram rastro de destruição provocado pelo fogo Imagem: TV Globo/Reprodução

Do UOL, em São Paulo

15/09/2019 21h53Atualizada em 15/09/2019 21h53

Imagens de câmeras de vigilância interna do Hospital Badim mostram que os funcionários tentaram apagar o incêndio que matou 11 pessoas na última quinta, no Rio. Os vídeos foram divulgados com exclusividade hoje pelo Fantástico.

Nas imagens relevadas pelas câmeras internas, não é possível identificar a presença ou ajuda de uma brigada de incêndio no local.

"Não consegui identificar nenhum bombeiro civil e brigadista devidamente uniformizado para combater o incêndio. É possível que eles tenham usado as pessoas da manutenção para o trabalho", afirmou José Ricardo Bandeira, presidente do Conselho Nacional de Peritos Judiciais, na reportagem.

"Enquanto eles estavam calmos ainda no subsolo, a fumaça já estava atingindo os andares superiores", analisou Bandeira. "Isso já era um motivo para ter acionado um alarme e ter feito a evacuação daqueles andares que estavam sendo tomados pela fumaça tóxica."

Versão do hospital

Questionada pelo UOL sobre o número de brigadistas presentes no hospital no momento do incêndio, a equipe de comunicação do Hospital Baldim declarou por meio da nota que o plano de socorro usado no episódio foi o Plano de Ação e Emergência (PAE) e que havia a presença de brigadistas no local.

"O hospital conta com 30 brigadistas de incêndio. Os dois prédios contam, juntos, com 5 saídas de emergência. O prédio atingido possuía dois geradores e as manutenções preventiva e corretiva eram feitas dentro dos prazos exigidos pelos órgãos competentes. Todas as licenças necessárias para o pleno funcionamento do hospital estavam em dia", afirmou.

Veja abaixo as imagens:

Funcionários no subsolo do Hospital Badim começam a perceber fumaça na garagem

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Funcionário do Hospital Badim sai com extintor para tentar apagar princípio de incêndio

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Câmera interna flagra tesouraria sendo tomada pela fumaça tóxica no Hospital Badim

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Um segurança aparece segurando um extintor para tentar apagar incêndio no Hospital Badim

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Câmera que registrou as primeiras faíscas na garagem do Hospital Badim mostra fumaça tóxica

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Oito minutos após início do incêndio, não havia sinal de alarme ou tentativa de retirar os pacientes dentro do Hospital Badim

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Última imagem interna do Hospital Badim é a do almoxarifado tomado pela fumaça

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Mais Cotidiano