Topo

Ladrão é preso com mais de mil calcinhas e sutiãs em MG: "É um transtorno"

Roupas íntimas encontradas pela Polícia Militar de MG em casa de suspeito - Divulgação/Polícia Militar do Estado de Minas Gerais
Roupas íntimas encontradas pela Polícia Militar de MG em casa de suspeito Imagem: Divulgação/Polícia Militar do Estado de Minas Gerais

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

13/11/2019 09h44

Resumo da notícia

  • Homem foi preso com 1.000 calcinhas e 45 sutiãs em Turmalina (MG)
  • Suspeito estava usando uma das calcinhas furtadas, segundo PM
  • Oficiais foram a casa do homem executar mandado de prisão da cidade vizinha
  • "É um indivíduo que tem um transtorno", diz tenente da PM sobre o caso

A Polícia Militar do estado de Minas Gerais prendeu um homem que guardava 1.000 calcinhas e 45 sutiãs em seu quarto em Turmalina, no interior do estado. O homem ainda estava usando uma das calcinhas que roubou.

O tenente André Dale, comando do pelotão da Polícia Militar da cidade de Turmalina, falou ao UOL sobre o caso, dizendo que o indivíduo em questão tinha um mandado de prisão aberto contra ele na cidade vizinha de Capelinha.

"Fomos cumprir esse mandado, mas ele franqueou que a gente entrasse em sua residência. Lá encontramos essas peças íntimas, de produtos de furto. Algumas pessoas tinham registrado ocorrência, outras não tinham coragem, achavam que era pequeno valor, tinham certo constrangimento", comentou.

"É um indivíduo que tem um transtorno, mas ele mesmo falou para a gente que parou de fazer o tratamento", disse ainda o tenente. O suspeito não foi identificado pela Polícia Militar.

Ouça o podcast Ficha Criminal com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil.

Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Cotidiano