Topo

Quatro moradores de rua morrem em Barueri por suspeita de envenenamento

Wanderley Preite Sobrinho

Do UOL, em São Paulo

17/11/2019 11h33Atualizada em 17/11/2019 16h46

A Prefeitura de Barueri, na Grande São Paulo, voltou atrás e retificou a informação de que um quinto morador de rua morreu hoje supostamente envenenado por uma bebida alcoólica. Renilton Ribeiro Freitas, 43, permanece vivo internado no Hospital Municipal de Barueri. Ele fazia parte de um grupo de moradores de rua encontrados mortos na manhã de ontem (16) no centro de Barueri.

Ontem, por volta das 8h30, outras quatro pessoas foram encontradas sem vida na avenida Campos Sales em frente a uma padaria.

Moradores de rua mortos em Barueri sob suspeita de envenenação - Arquivo pessoal
Moradores de rua mortos em Barueri sob suspeita de envenenação
Imagem: Arquivo pessoal
A Polícia Civil investiga a suspeita de que eles tenham ingerido uma bebida alcoólica envenenada.

Segundo nota oficial da Prefeitura de Barueri, um dos socorridos com vida afirmou que recebeu uma bebida quando esteve na Cracolândia, no centro de São Paulo, e a ofereceu aos colegas. A polícia apreendeu a garrafa e encaminhou para perícia técnica.

Ainda segundo a prefeitura, não há novidades sobre o quadro médico dos quatro pacientes que seguem internados pelo Hospital Municipal de Barueri: Silvia Helena Euripes, Vinicius Salles Cardoso, Renilton Ribeiro Freitas e Sidnei Ferreira de Araújo Leme.

Os mortos

  1. Edson Sampaio da Silva, de 40 anos
  2. Luiz Pereira da Silva, de 49 anos
  3. Marlon Alves Gonçalves, de 39 anos
  4. Denis da Silva, de 33 anos
Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do que foi informado pela Prefeitura de Barueri e publicado nesta reportagem, quatro moradores de rua, e não cinco, morreram supostamente envenenados por uma bebida alcoólica. A informação foi corrigida.

Cotidiano