PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
5 meses
Criança de 1 ano morre em incêndio no DF; pai e irmãos ficam feridos

Casa onde incêndio matou uma crianças de deixou outros três feridos em Samambaia Norte (DF) - Jéssica Nascimento/UOL
Casa onde incêndio matou uma crianças de deixou outros três feridos em Samambaia Norte (DF) Imagem: Jéssica Nascimento/UOL

Jéssica Nascimento

Colaboração para o UOL, em Brasília

24/02/2020 12h48

Uma criança de um ano morreu durante um incêndio na noite de ontem em Samambaia Norte, no Distrito Federal. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as chamas destruíram a casa da família.

O pai e os irmãos da criança —uma bebê de 6 meses e um garoto de 3 anos— também ficaram feridos e foram encaminhados ao Hospital Regional de Taguatinga.

Segundo testemunhas, os pais teriam ido à padaria e deixado os três filhos sozinhos. Quando estavam chegando perto de casa, viram o fogo. O caso é investigado pela 26ª Delegacia de Polícia, em Samambaia.

O incêndio ocorreu por volta de 19h55, na QR 425. Segundo os Bombeiros, 31 militares e oito viaturas foram utilizadas no combate ao fogo.

Daniel Pereira Lopes, 35, pai e padrasto das crianças, foi levado para o hospital com 80% do corpo queimado. A mãe Romária Pereira da Silva, 31, não sofreu queimaduras, mas estava em estado de choque.

A bebê de seis meses sofreu queimadura de segundo grau no rosto e braço. O menino de três anos teve 70% do corpo queimado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas receberam os primeiros socorros no hospital de Taguatinga.

O pai foi transportado para o Hospital Regional da Asa Norte e as duas crianças foram internadas na UTI Neonatal do Instituto Hospital de Base. A mãe permanecia na unidade de Taguatinga na manhã de hoje.

A Secretaria de Saúde não disponibilizou o estado de saúde da família.

Destruição

A casa da família teve quatro cômodos totalmente queimados, sala, cozinha e dois quartos. As causas do incêndio ainda estão sendo investigadas.

A perícia, que deve ficar pronta em até 30 dias, deve dizer o que aconteceu, informou o Tenente Machado do Corpo de Bombeiros

"O trabalho vai ser feito em conjunto: Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. A mãe se desesperou ao ver a cena, entrou em casa para tentar salvar os filhos. Ela tirou o de colo, o de seis meses, e entrou em estado de choque. O pai se feriu muito, porque ficou mais tempo na casa", relatou.

Após a tragédia, o clima na vizinhança era de muita tristeza. Uma mulher, que preferiu não se identificar, disse que chovia na hora do incêndio.

Segundo ela, todos apontaram as mangueiras que tinham em casa para o local, na tentativa de apagar o fogo.

"Foi desesperador. A mãe quando viu o fogo, rolava na poça d'água no chão e entrava na casa. O pai saiu todo queimado, quase desfalecido. Infelizmente era comum eles deixarem as crianças sozinhas. Vai ser difícil tirar a cena da cabeça", relatou a mulher.

Cotidiano