PUBLICIDADE
Topo

Passageiros do metrô no Rio vão receber 1 milhão de máscaras de proteção

4.jun.2020 - Passageiros do metrô no Rio recebem máscaras de proteção doadas pelo MetrôRio em parceria com o Itaú Unibanco - Divulgação
4.jun.2020 - Passageiros do metrô no Rio recebem máscaras de proteção doadas pelo MetrôRio em parceria com o Itaú Unibanco Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

04/06/2020 11h51

Um milhão de máscaras serão distribuídas a passageiros do metrô no Rio de Janeiro, em parceria da concessionária do serviço, a MetrôRio, e o banco Itaú Unibanco. Os equipamentos de proteção contra o novo coronavírus serão entregues nas linhas 1, 2, e 4 a partir de hoje.

Desde o dia 23 de março, o uso de máscara é obrigatório na cidade do Rio de Janeiro nas ruas, estabelecimentos comerciais e também nos meios de transportes e demais áreas públicas.

"Temos notado que a maioria dos clientes do MetrôRio já utiliza a proteção. Com a distribuição de uma peça adicional, estaremos incentivando ainda mais este bom hábito", afirma a gerente de Comunicação e Responsabilidade Social do MetrôRio, Simone Pfeil.

As máscaras doadas são de pano e podem ser reutilizadas após a lavagem e vão ser distribuídas nas estações durante vários dias e em horários diferentes, até o término do estoque.

Gonzalo Vecina Neto, fundador e ex-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e integrante do projeto Todos pela Saúde, criado pelo Itaú na pandemia, ressalta que as máscaras reutilizáveis são de uso individual, mesmo depois de higienizadas. Na opinião de Vecina, as pessoas devem evitar sair às ruas, fazendo isso apenas em caso de real necessidade.

"Nossa intenção ao doar as máscaras é ajudar a proteger trabalhadores e usuários dos serviços essenciais. Eu uso máscara e te protejo, você usa máscara e me protege, assim nos protegemos". Ele lembra ainda que o uso de máscaras não substitui a necessidade do isolamento social.

"Ficar em casa ainda é a melhor forma de deter a velocidade de crescimento da pandemia", afirma.

O MetrôRio informa que, desde o início das medidas públicas para o isolamento social, criou um novo protocolo de limpeza, com profissionais atuando embarcados nas composições, limpando também durante as viagens as áreas comuns no interior dos trens com álcool em gel e produto bactericida.

Outra ação adotada pela empresa é a sanitização de composições e estações com quaternário de amônio, que ataca e mata bactérias e vírus após a aplicação. O produto é aplicado com um equipamento nebulizador, que espalha micropartículas por meio de uma névoa, potencializando sua cobertura.

Os passageiros e colaboradores contam ainda com álcool em gel nas estações, de acordo com a empresa.

Coronavírus