PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
Reserva nas praias do Rio será marcada com fitas e começa por Copacabana

Nas últimas semanas, a praia de Copacabana, localizada na zona Sul do Rio de Janeiro, registrou fluxo intenso de banhistas - FAUSTO MAIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Nas últimas semanas, a praia de Copacabana, localizada na zona Sul do Rio de Janeiro, registrou fluxo intenso de banhistas Imagem: FAUSTO MAIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

11/08/2020 11h08

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos) se reuniu hoje com o superintendente de Educação e Projetos da Vigilância Sanitária, Flávio Graça, para explicar como vai funcionar o aplicativo que reserva um espaço na faixa de areia das praias da cidade, que vai entrar em fase de testes.

"Nós temos o aplicativo, que é uma maneira de manter as pessoas na praia sem ter que aglomerar", disse o prefeito. "Tem duas maneiras de ir para a praia: a primeira é ordem de chegada, quem chegar primeiro ocupa o quadrado. A outra é fazer a reserva no aplicativo", continuou.

Segundo Graça, a faixa de areia será divida em "quadras" que serão marcadas por fitas e que, respeitando os limites de distanciamento, comportarão no máximo quatro pessoas, de preferência da mesma família.

Graça explicou também que 30% das quadras serão disponibilizadas através dos aplicativos. O restante vai ser ocupado de acordo com a ordem de chegada.

Na fase de testes, o aplicativo vai funcionar na praia de Copacabana e durante os dias da semana, quando há menos movimento.

"Se o projeto se mostrar um êxito, é fácil para a gente replicar em toda a orla da cidade", disse o superintendente.

Cotidiano