PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Qual a chance de nevar em São Paulo? O que dizem meteorologistas

Imagens Mycchel Hudsonn Legnaghi/São Joaquim Online
Imagem: Imagens Mycchel Hudsonn Legnaghi/São Joaquim Online

Robson Santos

Colaboração para o UOL

19/08/2020 04h00

Apesar de o ano de 2020 estar surpreendendo com acontecimentos inéditos, não vai ser desta vez que vai haver neve em São Paulo. Nos próximos dias, o frio pode apenas provocar geadas em parte do estado. Apenas no Sul do país, a previsão é de neve.

"Uma frente fria vem se aproximando acompanhada de uma massa de ar polar. Com a chegada dessa frente, há chances de ocorrer geada, temporais e queda de granizo em São Paulo, mas não há risco de neve no estado", explica Ana Avila, meteorologista e pesquisadora na Unicamp (Universidade de Campinas). Na segunda-feira (17), por exemplo, houve uma queda de granizo na região de Andradas, em Minas Gerais.

Segundo acompanhamento do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), São Paulo pode ter geada a partir da madrugada de quinta-feira (20), na divisa com o Paraná, e no sábado na divisa com Mato Grosso do Sul. Sexta-feira também deve ter recorde de temperatura baixa na capital paulista.

O meteorologista Franco Villela também descarta a chance de ter neve em São Paulo. "Não tem mais condições propícias para neve em São Paulo. Para trazer essas condições de neve, seria necessário estar com o ar em sua condição mais fria. No entanto, as mudanças climáticas e o aquecimento global interferem nisso, causando uma tendência de redução dessas ondas frias, como a que se aproxima", explica a pesquisadora da Unicamp.

Campos do Jordão, historicamente famosa pelo frio, já registrou neve nos anos de 1892, 1897, 1928 e 1947, mas não vai ter o fenômeno desta vez, de acordo com o MetSul.

Geada e neve são a mesma coisa?

A resposta é não. Villela explica que a neve ocorre da nuvem para o solo, enquanto a geada é uma situação de resfriamento junto ao solo. "Geadas, normalmente, se criam em áreas de vales perto de montanhas. Isso por causa do ar frio que escorre e forma as geadas", diz o meteorologista.

Ana conta que a neve é uma situação muito específica e que depende de características da circulação do ar frio somada a uma umidade da nuvem para que se criem os flocos de neve.

Geada em São Paulo e neve para o Sul

Sem neve no Sudeste, mas boas chances no Sul, nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. As cidades com maior probabilidade para isso ocorrer, segundo a pesquisadora da Unicamp, são:

  • São Francisco de Paula (RS)
  • Cambará do Sul (RS)
  • São José dos Ausentes (RS)
  • Bom Jesus (RS)
  • Vacaria (RS)
  • Bom Jardim da Serra (SC)
  • São Joaquim (SC)
  • Urubici (SC)
  • Urupema (SC)
  • Palmas (PR)

Essas cidades já apresentam frio e umidade no ar. Esses fatores, somados à iminente queda de temperatura, aumentam a possibilidade de neve.

Cotidiano