PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

MPSP pede à prefeitura dados sobre mortes por covid-19 em Paraisópolis

Moradores de Paraisópolis na entrada do gabinete de crise de covid-19 na favela, em São Paulo - Gabriela Sá Pessoa/UOL
Moradores de Paraisópolis na entrada do gabinete de crise de covid-19 na favela, em São Paulo Imagem: Gabriela Sá Pessoa/UOL

Do UOL, em São Paulo

14/09/2020 10h15

O MPSP (Ministério Público de São Paulo) pediu esclarecimentos à prefeitura de São Paulo sobre quais foram as medidas eventualmente adotadas para enfrentar o aumento de mortes decorrentes da covid-19 em Paraisópolis.

Até junho deste ano, a favela na Zona Sul da capital estava controlando a disseminação do coronavírus numa taxa menor que o resto da cidade, mas a situação tem mudado e os números de morte têm aumentado expressivamente.

Um estudo do Instituto Polis divulgado na semana passada mostrou que as mortes por 100 mil habitantes subiram 237% entre maio e agosto deste ano.

O MPSP quer saber se a prefeitura tem "ações planejadas ou em andamento para concreto enfrentamento" da pandemia na região.

Além disso, o órgão também quer saber se a gestão de Bruno Covas está auxiliando no programa de testagem que teve início nas últimas semanas a partir da ação das lideranças comunitárias de Paraisópolis.

Coronavírus