PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
PF faz operação no Rio contra advogado que atende investigados da Lava Jato

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio

23/10/2020 08h55Atualizada em 23/10/2020 11h12

A Polícia Federal cumpre na manhã de hoje mandados de busca e apreensão em cinco endereços ligados ao advogado Nythalmar Dias Ferreira, criminalista que atende políticos e empresários denunciados pela Lava Jato no Rio de Janeiro. As informações são da TV Globo.

Procurada, a PF disse que informações não serão divulgadas porque o caso está sob segredo de Justiça. O UOL não conseguiu contato com Dias Ferreira.

Nythalmar Dias Ferreira, advogado de investigados na Lava Jato - Reprodução/Redes sociais - Reprodução/Redes sociais
Nythalmar Dias Ferreira, advogado de investigados na Lava Jato
Imagem: Reprodução/Redes sociais
O advogado ficou conhecido ao defender clientes com alto poder financeiro, mesmo sendo desconhecido no meio jurídico e tendo um escritório em zona periférica do Rio. Ele já se intitulou como "mais caro criminalista da Lava Jato".

Segundo a TV, ele é suspeito de vender falsas facilidades junto ao juiz Marcelo Bretas e prometer penas mais brandas aos clientes.

Entre os clientes e ex-clientes do advogado, estão: Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados; Fernando Cavendish, ex-dono da Delta Construções; Alexandre Accioly, empresário; Arthur Soares, empresário, o Rei Arthur; Marco Antônio de Luca, prestador do ex-governador Sérgio Cabral; José Mariano Beltrame, ex-secretário de Segurança do RJ; Júlio Lopes, ex-deputado federal.

Desde cedo, agentes da PF realizam buscas em dois endereços em Campo Grande, na zona oeste, no Centro, em Ipanema e no Catete, ambos na zona sul.

Cotidiano