PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

MG: Adolescente dado como desaparecido há meses teria sido morto por ciúmes

Jefferson Junio Gonçalves Coutinho, de 16 anos, está desaparecido desde março; polícia acredita que ele foi assassinado - Reprodução
Jefferson Junio Gonçalves Coutinho, de 16 anos, está desaparecido desde março; polícia acredita que ele foi assassinado Imagem: Reprodução

Juliana Siqueira

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

02/12/2020 17h33

Um adolescente de 16 anos, que foi dado como desaparecido em março deste ano, pode ter sido morto por ciúmes, de acordo com informações da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) divulgadas hoje.

A polícia começou a trabalhar com a hipótese após realizar perícia e buscar informações sobre o último local onde o rapaz havia sido visto.

Em coletiva de imprensa, a delegada Maria Alice Faria, da Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida (DRPD), contou que Jefferson Junio Gonçalves Coutinho, cujo corpo ainda não foi encontrado, estava em uma festa de aniversário em uma residência no bairro Jardim Guanabara, em Belo Horizonte (MG).

No local, também estava uma amiga dele, uma adolescente de 16 anos, namorada de um homem que, supostamente, é um dos chefes do tráfico de drogas da capital mineira, conhecido como Sansão, de 40 anos.

Em um determinado momento, o suspeito teria achado que Jefferson tinha tentado beijar a menina, o que o motivou a cometer o crime ainda no local da comemoração.

Segundo informações da delegada, o rapaz teria sido morto com um estilete, mas há informações de que também houve estrangulamento.

Após o assassinato, o adolescente teria sido colocado enrolado em um edredom dentro de um veículo. A suspeita é a de que o corpo foi jogado em um córrego e que outras três pessoas, que não estavam na festa, auxiliaram Sansão.

"O fato é que nós não localizamos o corpo, mas as materialidades foram comprovadas de outras formas", afirmou a delegada Maria Alice Faria.

Histórico

Ainda de acordo com a delegada, Sansão tinha dois mandados de prisão em aberto e foi preso em flagrante em julho por tráfico de drogas. Ele não se manifestou sobre o crime.

Cotidiano