PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Aulas presenciais na rede estadual do Rio de Janeiro voltam em 1º de março

As aulas no Rio de Janeiro vão ocorrer entre as 10h e as 15h para evitar que alunos e professores se desloquem em horários de pico - Alex Tajra/ UOL
As aulas no Rio de Janeiro vão ocorrer entre as 10h e as 15h para evitar que alunos e professores se desloquem em horários de pico Imagem: Alex Tajra/ UOL

Do UOL, em São Paulo

26/01/2021 16h54Atualizada em 26/01/2021 22h50

As aulas presenciais na rede estadual de educação do Rio de Janeiro foram confirmadas para retomarem a partir do dia 1º de março. Mesmo com as mudanças, o estilo de aulas vai ser híbrido, dividido entre os módulos online e presencial, segundo o secretário estadual de Educação, Comte Bittencourt.

Em entrevista ao Bom dia Rio, Bittencourt disse hoje que as instituições de ensino terão funcionamento em um horário alternativo e a prioridade das aulas presenciais será para os estudantes que não têm acesso às aulas remotas por falta de conexão com a internet.

"Estamos há mais de um mês conversando com nosso comitê científico do estado, e com reuniões de articulação entre Saúde e Educação. Concluímos esse ciclo na última sexta-feira e o governador Cláudio Castro publicou um decreto colocando a educação como atividade essencial e estamos publicando possivelmente amanhã, ou, no mais tardar, na quinta-feira, uma resolução para o início do ano escolar nas redes vinculadas ao sistema estadual de educação, que são as escolas do estado e as escolas privadas", esclareceu o secretário.

Fevereiro será o mês de acolhimento, reuniões de planejamentos e avaliação diagnóstica dos alunos. De acordo com o secretário, as avaliações individuais serão feitas em horário marcado, para manter o distanciamento social adequado.

"Aqueles que têm [conexão com a internet], nós estamos criando nosso link patrocinado, vamos embarcar a nossa plataforma com nosso aplicativo, com aulas gravadas, com podcast dessas aulas, com material em PDF impresso, mas disponibilizado nesse ambiente remoto, e os alunos que não têm conexão vão ter o material impresso e tutoria".

Horário alternativo para evitar contágios no transporte público

Estudantes e professores que irão participar das aulas presenciais na Região Metropolitana do Rio de Janeiro fazem uso dos transportes coletivos. Para evitar aglomerações nos horários de pico e riscos de contaminação pela covid-19, a secretaria estabeleceu que o horário das tutorias presenciais passa a ser das 10h às 15h.

O comitê definiu que toda sexta-feira, às 12h, será publicado no site que sairá na resolução conjunta, as bandeiras para o funcionamento das escolas na semana seguinte. Em casos de bandeiras roxa e vermelha, as aulas serão mantidas apenas no ensino remoto. A partir da bandeira laranja, até o 2º ano do fundamental, 50% da ocupação da escola. Já na bandeira amarela, 75% de ocupação e, na bandeira verde, 100%.

Picos de morte após festas de final de ano

O Rio de Janeiro registrou um pico de mortes após as comemorações de final de ano. Com UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) lotadas, o estado liderou o ranking nacional de taxa de mortalidade pela covid-19.

A ocupação de leitos alcançou 99,8% na rede pública do SUS no início do ano, segundo um levantamento realizado pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que informava a primeira versão do texto, Comte Bittencourt é secretário estadual de Educação, e não ministro. A informação foi corrigida.

Cotidiano