PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
5 meses

Motoqueiro pilota nu pelas ruas do ES e irá responder por ato obsceno

Vinicius de Paula da Silva, de 27 anos, disse que recebeu dinheiro por desafio no aniversário - Reprodução
Vinicius de Paula da Silva, de 27 anos, disse que recebeu dinheiro por desafio no aniversário Imagem: Reprodução

Elisângela Baptista

Colaboração para o UOL, em Juiz de Fora (MG)

03/02/2021 13h05

O motoqueiro Vinicius de Paula da Silva, de 27 anos, ganhou visibilidade nas redes sociais durante os últimos dias ao pilotar nu pelas ruas de Baixo Guandu (ES), cidade a cerca de 180 km de Vitória, quase na divisa com Minas Gerais. A ousadia do piloto, no entanto, custou caro: ele irá responder por ato obsceno, infração penal que prevê uma pena de detenção de três meses a um ano.

De acordo com Informações da Polícia Civil do Espírito Santo, em depoimento, Vinícius disse que não imaginava a proporção que este ato iria tomar e que estava arrependido.

Ao UOL, o motociclista contou que, no dia em que resolveu dar uma voltinha na moto do jeito que veio ao mundo, comemorava aniversário. Um amigo então o desafiou a pilotar pelado.

"No calor da comemoração do aniversário, surgiu a ideia de um dos colegas de fazer uma caixinha. Eles falaram assim: 'nós vamos te dar um presente, mas você vai ter que fazer uma coisa'. E começaram a colocar dinheiro na mesa. Um dava um tanto, outro dava um tanto, e falaram de novo: 'nós vamos te dar o presente, mas só se você der uma volta pelado de moto aí na rua'. E aí eu aceitei", explicou o motoqueiro.

O vídeo que circula na internet foi gravado por moradores no centro da cidade e deu o que falar. Muitos entraram em contato com a polícia pedindo que os militares "freassem" o "peladão".

Ainda de acordo com Vinícius, a abordagem policial só aconteceu um dia após o ocorrido, Ele foi levado à Delegacia de Polícia Civil e irá responder em liberdade no Juizado Especial Criminal de Baixo Guandu por ato obsceno, infração penal de menor potencial ofensivo, que prevê pena de detenção de três meses a um ano.

Logo depois de sair da delegacia, Vinícius gravou um vídeo e postou nas redes sociais pedindo desculpas a todos que viram a cena.

"E aí, galera! Aqui quem tá falando é o Vinícius da Silva de Paula, o vulgo peladão da cidade, que causou esse alvoroço todo aí. Deu no que deu, né? Quero pedir desculpas para a galera que não gostou e agradecer a todo mundo que gostou, e que mandou mensagem no privado, dando força. E agradecer também a quem falou mal também. Obrigadão! Serviu de arrependimento", afirmou.

Cotidiano