PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Covid-19: Bebê com problemas cardíacos morre no interior de São Paulo

Doenças acabaram agravando quadro do bebê, da cidade de Leme - NIAD/NIH
Doenças acabaram agravando quadro do bebê, da cidade de Leme Imagem: NIAD/NIH

Daniel César

Colaboração para o UOL, em Pereira Barreto (SP)

25/02/2021 19h54

Um bebê de seis meses foi mais uma vítima do novo coronavírus no interior paulista. O caso aconteceu em Leme, a 200 km de São Paulo, e foi confirmado hoje no Boletim Epidemiológico liberado pela prefeitura da cidade.

Segundo apurou o UOL, o bebê era um menino e estava internado havia dias na UTI do Hospital da Unimed de Araras, município vizinho, desde que foi diagnosticado com a covid-19. Ele fazia parte do grupo de risco, mesmo sendo menor de 18 anos, porque ele tinha uma série de doenças.

A principal delas foi confirmada pela assessoria da Prefeitura de Arara para a reportagem: um quadro de cardiopatia congênita, que é uma anormalidade na estrutura ou na função do coração, e que costuma surgir nas oito primeiras semanas de gestação. O problema acontece devido a uma alteração no desenvolvimento embrionário da estrutura cardíaca.

Mas esta não era o único problema do bebê, que não teve seu nome divulgado para preservar a família. Ele também estava com síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica. A doença é associada ao coronavírus e foi alvo de nota técnica dos Departamentos Científicos de Infectologia, Reumatologia, Cardiologia, Terapia Intensiva e Emergência da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria).

No documento, publicado em agosto, os pediatras pediram que o Ministério da Saúde emitisse uma notificação nacional compulsória dando detalhes da síndrome. A Síndrome, chamada de SIM-P, ocorre em dias a semanas depois de uma infecção aguda pelo "severe acute respiratory syndrome coronavirus 2" (SARS-CoV-2). Suas manifestações clínicas são semelhantes à doença de Kawasaki, à síndrome de choque associada à síndrome de Kawasaki, à síndrome de ativação macrofágica e à síndrome de choque tóxico.

No entanto, apesar de muitos pacientes pediátricos com SIM-P apresentarem critérios para a síndrome de Kawasaki completa ou incompleta, o quadro ocorre, em geral, em crianças mais velhas, escolares e adolescentes, com a presença de marcadores inflamatórios mais exuberantes e importantes aumentos dos marcadores de lesão cardíaca.

A morte do bebê de seis meses foi a 119ª por coronavírus na cidade de Leme, que já teve 5.179 casos confirmados da doença. A cidade pertence à região de Piracicaba, no Plano São Paulo para combate à covid-19, e está na fase laranja.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que constava na primeira versão do texto, Leme pertence à região de Piracicaba, que está na fase laranja do Plano São Paulo, e não à região de São Carlos. A informação foi corrigida.

Cotidiano